Aos poucos, os fios de cobre têm sido substituídos por cabos de fibra óptica, o que permite maior qualidade no produto final e maior rapidez na comunicação. O novo tipo de cabeamento é usado para os telefones e para a internet.

De acordo com dados divulgados em 2017 pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), cerca de 3.200 municípios brasileiros contam com a infraestrutura para o “blackhaul”, que são os serviços de telecomunicações. O número representa 58% dos municípios nacionais.

A principal vantagem da fibra óptica é o fato dela trabalhar com um facho de luz ao invés da energia elétrica, fazendo com que sejam eliminados todos os ruídos e interferências no meio do caminho. Desta forma, a tecnologia abre espaço para maiores velocidades de transmissão.

Os cabos de fibra óptica permitem uma conexão de 10 gigabits por segundo (Gbps), o suficiente para fazer o download de um filme HD em seis segundos. Como nem tudo são flores, o serviço ainda tem preço elevado no Brasil e normalmente é contratado apenas por empresas e universidades.

Você se interessa pela área de redes e softwares? A Unimep a lista completa de cursos oferecidos pela Unimep e antecipe seu futuro!

Leia também

Cadastre-se para receber nossos informes e newsletters!