Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Universitária / Mensagem da Semana / Mensagens Anteriores / Paz para o teu coração!

Paz para o teu coração!

por Angela Rodrigues publicado 04/05/2018 05h00, última modificação 11/05/2018 11h02

“... em ti a minha alma se refugia; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades”  (Salmos 57:1). 

É impressionante como as preocupações tomam lugar e tempo na nossa vida, elas nos perturbam, às vezes, incessantemente. Infelizmente, as preocupações nada nos acrescentam, são completo desperdício, contribuindo para que a nossa alma vivencie tribulação desnecessária. Não resolvem nada, nos furtam a alegria e nos tornam cabisbaixos. É por isso que Jesus pergunta; “Qual de vocês, estando ansioso, pode acrescentar um único côvado ao tempo de sua vida?” (Mateus 6:27) 

A pergunta de Jesus não encontra em nós resposta alguma, porque de fato as preocupações mais nos diminuem do que acrescentam algo. Ele também com esta indagação, é como se nos dissesse, em essência: “Você vai para a cama hoje à noite e se preocupa em demasia, tanto e muito demais, porque você não tem um metro e setenta de altura; você tem apenas um metro e sessenta e cinco centímetros de altura. Saiba que quando você acordar de manhã, ainda terá um metro e sessenta e cinco de altura e toda a sua preocupação foi em vão”.

O fato de cultivar preocupação nunca fará você se esticar, muito menos irá resolver essa ansiedade em sua mente. 

Aproveito este momento para ser completamente sincero lhe perguntando: Você sabe porque nos preocupamos? O ser humano tem um amor silencioso, oculto por preocupação. As preocupações parecem impregnadas em nossa alma; Quando uma preocupação se vai, a substituímos por outra. Há sempre uma fila de preocupações esperando para entrar pela nossa porta almática. Então, quando uma delas sai pela porta dos fundos, nós introduzimos a seguinte pela porta da frente. Nós não conseguimos ficar sem preocupações a nos atormentar, esta é uma lamentável verdade.

Convém afirmar com ênfase que as preocupações são nossas parceiras mentais e emocionais. 

Para Jesus, com efeito, elas são inúteis, desprovidas de sentido, que apagam as promessas de Deus em nós. É bíblica a afirmativa de que o Senhor não permitirá que Seus filhos implorem por pão, Ele cuidará das nossas necessidades e essa é a promessa que consolida você. Já que Ele cuidou da nossa maior necessidade no Calvário, dando-nos a Cristo, então você pode ter certeza de que Ele cuidará de tudo o que Ele considera importante para você e sua família.

A Palavra de Deus ensina claramente que as pessoas não devem se preocupar, que preocupar-se não edifica e nem constrói algo em nosso favor.

Deus te abençoe nesta nova semana, o Espírito Santo esteja ungindo com óleo santo a tua alma e a tua mente, as preocupações batam em retirada.

O propósito de Deus é que a paz seja o árbitro do teu coração e que a comunhão relacional na família, no trabalho, na universidade, e em toda as dimensões da cidadania, prevaleçam em tempo de serenidade e sabedoria. Deus ama, cuida e protege você, Ele te abençoe graciosamente e te dê paz para prosseguir na caminhada de viver.

Reverendo Luiz Rodrigues Barbosa Neto – Pastoral Universitária