Você está aqui: Página Inicial / A Unimep

Mantenedora

por Diego Anjos publicado 06/05/2016 12h47, última modificação 06/05/2016 12h47

O Instituto Educacional Piracicabano da Igreja Metodista (IEP) é a entidade mantenedora do Colégio Piracicabano, da Universidade Metodista de Piracicaba e da Escola de Música de Piracicaba "Maestro Ernst Mahle". É herdeiro do Colégio Piracicabano, fundado em 13 de setembro de 1881, pela missionária Miss Martha Watts. Desde sua criação, o IEP mantém uma proposta educacional diferenciada, pautada na busca do aperfeiçoamento, diante dos desafios apresentados em todas as etapas de desenvolvimento do país.

Nos primeiros anos, dedicou-se exclusivamente à educação básica e ao ensino médio, que, além de atender a região, atraíram estudantes de outros Estados, que aqui cursaram os antigos ginásio e científico em regime de internato masculino e feminino. Em 1964, para atender aos anseios da comunidade local e da região, a Instituição instalou os primeiros cursos superiores, com a Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e de Administração de Empresas. A partir daí, novos cursos foram sendo implantados até que, a 10 de outubro de 1975, o então Conselho Federal de Educação reconheceu a Universidade Metodista de Piracicaba. O fato tornou a Unimep a primeira universidade metodista da América Latina.

Desde então, a instituição acumula momentos históricos que a tornam referência no ensino superior. Dentre os mais significativos, está a criação dos campi universitários Taquaral, inaugurado em 1979; Santa Bárbara d´Oeste, criado em 1980 e o campus Lins, integrado em 1996. Além disso, em setembro de 1998, o IEP incorporou também a Escola de Música de Piracicaba (EMP), fundada no ano de 1953. Em homenagem ao maestro e compositor Ernst Mahle, que desde a fundação exerceu o cargo de diretor artístico, a EMP recebeu o nome de Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle (Empem).

Os distintos dirigentes do IEP, fiéis aos ideais de sua fundadora, imprimiram à Instituição uma orientação segura e cristã, baseadas na orientação educacional da Igreja Metodista, que resultou na Política Acadêmica. O documento rege as ações da universidade. Nesse contexto, a Instituição, que iniciou suas atividades com uma única aluna no século 19, conta atualmente com mais de 12.000 estudantes distribuídos em vários cursos, desde a educação infantil até os programas de pós-graduação, fato que demonstra a preocupação com a educação em todos os níveis.