Você está aqui: Página Inicial / Acontece / Notícias Acontece / Com pesquisa, professores querem auxiliar alunos a superar dificuldades na área de exatas

Com pesquisa, professores querem auxiliar alunos a superar dificuldades na área de exatas

por Angela Rodrigues publicado 20/01/2016 05h00, última modificação 28/09/2016 14h10

Por meio de um projeto de pesquisa aprovado pela Fapesp, os docentes da Unimep: Maria Guiomar Tommasiello, a Magui (foto à direita); Carolina José Maria, Gláucia Uliana Pinto, Lorival Fante Junior e Josemeri Jamielniak, buscam identificar quais são as principais dificuldades dos alunos do ensino médio nas áreas de Ciências da Natureza e Matemática e, também, criar ações que podem ajudar os estudantes a superá-las. Essas são algumas das ações desenvolvidas pelos docentes para o projeto Pesquisa – Intervenção na Prática Pedagógica de Professores de Ciências da Natureza e Matemática do Ensino Médio de Escolas de Ensino Integral. Coordenada por Magui, a pesquisa conta com a participação dos três professores, além de estudantes bolsistas de iniciação científica, alunos da pós-graduação, voluntários e outros profissionais da educação.

Magui cita que, de acordo com resultados divulgados pelo MEC, menos de 9% dos alunos do ensino médio dominam os conteúdos de matemática. Segundo ela, as principais dificuldades dos estudantes estão, em geral, relacionadas aos registros de representação semiótica, tais como fórmulas, letras, enunciados, gráficos, tabelas e figuras. “Ou seja, eles têm dificuldades com a linguagem”, afirma. Nesse sentido, o objetivo é, a partir de pesquisa cooperativa, investigar os registros semióticos utilizados e priorizados pelos professores de uma escola de ensino integral, os registros presentes nos materiais didáticos e redimensionar as práticas pedagógicas.  As atividades de pesquisa serão desenvolvidas em uma escola de ensino integral localizada em Piracicaba.

O projeto inclui também a formação de um grupo de trabalho com profissionais da escola pública, professores formadores e em formação para observar e propor aulas sobre determinadas temáticas, filmá-las, transcrevê-las e analisá-las em conjunto.

Texto: Angela Rodrigues
Edição: Celiana Perina
Fotos: banco de imagens e acervo pessoal
Última atualização: 28/09/2016