Você está aqui: Página Inicial / msg / comunicados / 2020 / portarias / anexos / Notícias Americano / Americano e União participam da segunda etapa da 9ª Olimpíada Brasileira de Física

Americano e União participam da segunda etapa da 9ª Olimpíada Brasileira de Física

por Colégio Metodista Americano — publicado 03/10/2007 11h28, última modificação 17/06/2020 18h22
No Rio Grande do Sul, provas reúnem cerca de 800 estudantes em Porto Alegre e Santa Maria no próximo sábado (06/10)

O próximo sábado (06/09) é dia de fazer cálculos para os(as) alunos(as) dos colégios metodistas União e Americano. É que a Sociedade Brasileira de Física (SBF) promove a segunda fase da 9ª Olimpíada Brasileira da modalidade. A competição é aberta a estudantes da 8ª série ao 3º ano, e reúne mais de 100 mil participantes.

No Estado, o número de concorrentes na segunda fase é de 800 pessoas. A prova ocorre no Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Rua Bento Gonçalves, 9500), em Porto Alegre, e na Universidade Federal de Santa Maria (Avenida Roraima, 1000).  A avaliação consiste em oito questões teóricas que devem ser respondidas das 13h às 17h.
O Colégio Metodista Americano conta com a atuação de seis brilhantes jovens. Os(As) classificados(as) são Julia Viola, Rodrigo Carvalho, Bruna Almeida, do 3º ano, João Paulo de Souza, Txai Mitt e Yasmim Rama, do 2º ano.

Em Uruguaiana, o Colégio Metodista União emplacou nove estudantes do ensino médio na segunda fase da olimpíada. Os(As) aprovados(as) são Kelvin Milost Arend, Arthur Sasso Weise, Henrique Marques Cresseri, do 1º ano, Camila Cassol Fagundes, Eduardo Chaulet Biassus, Vitor Manoel Gediel Machado Junior, do 2º ano, Bruna Gomes Galarça, Daniel Valter Vieira Lopes e Diego Marisco Perez, do 3º ano. Os(As) alunos(as) foram orientados(as) pelo professor Paulo Guirland. 

A terceira e ultima fase da olimpíada está marcada para o dia 24 de novembro e cada estado terá uma cidade para receber os(as) alunos(as). No Rio Grande do Sul, Santa Maria é a escolhida.

Os(As) 40 melhores classificados(as) recebem treinamento nas próprias escolas e fazem uma avaliação desenvolvida pela SBF. Os(As) estudantes que alcançarem os melhores resultados representam o Brasil em competições internacionais como a Olimpíada Ibero-americana de Física, que acontece em Córdoba na Argentina, e a Olimpíada Internacional de Física de 2008, disputada no Irã.

Como em uma verdadeira olimpíada, não poderiam faltar medalhas para os três primeiros lugares de cada nível. Também são entregues premiações por menção honrosa para os(as) participantes que atingiram boas notas, mas não conseguiram alcançar o bronze.

Jornalista responsável: Vanessa Mello
Colaboração: Alexandre Paz