Você está aqui: Página Inicial / msg / comunicados / 2020 / portarias / anexos / Notícias Americano / Festa Julina do Colégio Americano abordou o folclore brasileiro

Festa Julina do Colégio Americano abordou o folclore brasileiro

por Colégio Metodista Americano — publicado 16/07/2014 12h21, última modificação 17/06/2020 18h29
Por meio de diversas brincadeiras, danças e outras atividades a festa Julina da escola aconteceu no último sábado (12)

  Com animação, música, comidas, muita diversão e a apresentação de mais um módulo da Gerbincana, a tradicional Festa Julina do Colégio Metodista Americano foi um sucesso. Realizada no deste sábado, dia 12 de julho, das 10h às 15h, familiares e estudantes da Educação Infanti até o  Ensino Médio prestigiaram a atividade.

  O clima acolhedor da festa proporcionou às centenas de participantes momentos divertidos. Tassiana Flores, mãe da Laura, aluna que cursa o primeira ano do Ensino Fundamental do colégio, participava pela primeira vez da festa, relatou  importância da atividades na socialização dos pais e dos estudantes: “É uma boa. Serve para os pais e para os alunos, para que possamos socializar. E outra, acaba sendo uma atividade extra curricular, para que as crianças acabem interagindo com crianças, de outras turmas.”, disse ela, enquanto fotografava Laura, que brincava e andava em uma perna de pau. Para outros é comum vir à festa, é o caso de Julia, aluna do quinto ano, que diz ter adorado a festa deste ano: “Eu adorei. Eu gosto muito! Venho sempre que tem. Tenho que ir embora agora, mas vou voltar depois para passar a tarde na festa”, falou Julia entusiasmada.

  A festa contou com um playground para os pequenos se divertirem. Todas as quadras do Americano estavam livres para os alunos jogarem. E, ainda haviam muitas barraquinhas típicas como a boca do palhaço e a pescaria. Além das barraquinhas de comida, que em grande parte eram montadas pelos próprios alunos. As turmas de 8ª série do Ensino Fundamental e do 3º Ano do Ensino Médio estavam arrecadando dinheiro para a formatura que ocorrerá no final do ano, vendendo doces, pipocas e refrigerantes. Rafaela Moutinho, aluna do terceiro ano, estava ajudando no trabalho nas barracas das bebidas e falou um pouco da festa e do trabalho: “Resolvemos montar as barracas para conseguirmos dinheiro para a formatura. E é muito bom ver a festa lotada, não pensei que estaria assim. É muito legal ver os pais e as crianças se divertindo”.

  O Círculo de Pais e Mães (CPM), em uma iniciativa junto com a Direção da escola organizou, uma barraca onde era servido carreteiro. Renato Petri, integrante do CPM, e pai de uma ex-aluna do Colégio Americano, diz que tudo é feito de coração pra que todos possam se divertir: “Tentamos fazer com que seja uma festa da família, porque, como a escola não faz, exclusivamente, festa das mães e festa dos pais, resolvemos fazer dessa uma festa onde os pais possam vir e se divertir”, disse ele.

  A festa Julina é todos os anos realizada pelo Americano, e sempre deixa as pessoas com vontade de curtir de novo. Um exemplo desse sentimento é o de Renato, que não tem mais vínculo com a escola e, mesmo assim, ainda vem ajudar na festa: “Minha filha já se formou. Já saiu da Americano e está terminando a faculdade. Mesmo assim, eu venho todos os anos ajudar o pessoal, porque a escola é maravilhosa”.

  Este é o sentimento que o Americano quer deixar em todos. O colégio agradece a presença das pessoas que compareceram, ajudaram, aproveitaram e curtiram o evento.