Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Aluna de engenharia de alimentos viverá um ano em Chicago, EUA

Aluna de engenharia de alimentos viverá um ano em Chicago, EUA

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 27/05/2014 17h05, última modificação 26/04/2016 18h51

Aos 22 anos, a universitária de Nova Odessa, Luana Ribeiro Lante (foto), que cursa o 9º semestre do curso de engenharia de alimentos na Unimep, vive a sua primeira experiência internacional. Desde o último dia 18, e até agosto do próximo ano, ela permanecerá na cidade de Chicago, no Estado de Illinois, EUA, onde desenvolverá atividades acadêmicas e terá aulas de inglês no Illinois Institute of Technology (IIT).

O intercâmbio ocorre com o programa Ciência sem Fronteiras. Por meio dele, a unimepiana terá aulas de graduação na área de engenharia de alimentos e estudará inglês com atividades segmentadas em listening, writing, reading, speaking e american culture.

“Espero atingir um nível avançado de inglês e ganhar experiência dentro da minha área, principalmente em relação à qualidade e segurança dos alimentos e prevenção de doenças crônicas através de alimentos com compostos ativos. Também tenho como objetivo aproveitar essa oportunidade para estagiar em uma empresa alimentícia”, conta ela sobre as expectativas em relação ao programa.

Antes de viajar, Luana contou que o intercâmbio será um grande divisor de águas em sua carreira e dará uma excelente base para o início da vida profissional. “É uma experiência única, com a qual ganharei fluência no idioma, aumentarei o nível de conhecimento cultural com o contato com pessoas de todo o mundo. Também espero adquirir uma grande independência pelo fato de viver um longo período fora do Brasil”, afirma a estudante.

De acordo com a coordenadora do curso de engenharia de alimentos da Unimep, a professora Patrícia Trevizam Moraes, as disciplinas a serem cursadas por Luana na Universidade de Chicago poderão ser aproveitadas para dar equivalência às disciplinas que ela ainda não cursou na Unimep. A equivalência ocorrerá pelo conteúdo e pela carga horária das disciplinas cursadas.

“Este intercâmbio cultural e científico é muito importante, estas experiências irão contribuir para o aprimoramento profissional e pessoal. Além disso, a seleção da Luana pode servir de estímulo a outros alunos para que se inscrevam no programa”, afirma Patrícia.

CHICAGO

Sobre a cidade de Chicago, em que viverá por mais de um ano, Luana contou tratar-se da terceira cidade mais populosa dos EUA, com cerca de 2,7 milhões de habitantes, além de ser um grande centro de negócios e finanças com muitas opções culturais. Já sobre o Illinois Institute of Technology (IIT), universidade particular fundada em 1850, a universitária fala que dentre os principais cursos oferecidos estão engenharias, arquitetura, psicologia e direito.

“Ao todos são cinco campi, incluindo o Institute for Food Safety and Health, um centro nacional de pesquisa fundado com verbas do IIT, do governo americano e de indústrias do ramo alimentício. Esse centro conta com o apoio de pesquisadores e possui parcerias com grandes empresas”, conta Luana.


Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Banco de imagens/arquivo pessoal
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 26/05/2014

registrado em: