Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Universitário de design gráfico é o vencedor do concurso do Comitê de Prevenção

Universitário de design gráfico é o vencedor do concurso do Comitê de Prevenção

por Angela Rodrigues publicado 01/07/2016 05h00, última modificação 03/08/2016 10h00

O aluno Eric Mateus Correia Bon, que cursa o 3º semestre do curso de design gráfico, é o vencedor do concurso promovido na Unimep que definiu o nome fantasia e o logotipo do Comitê de Prevenção à Dependência Química (CPDq). Pelo resultado, Bon ganhou uma câmera GO-PRO, entregue no dia 22 durante a abertura da 16ª Semana Municipal sobre Álcool e Outras Drogas.

A partir do próximo dia 1º de agosto, o comitê irá adotar oficialmente o nome fantasia Comitê pela Vida e passará a ser representado por logotipo com representação  gráfica  desenvolvida com apenas  duas  formas: mãos e círculo. De acordo com o universitário, a escolha  desses  elementos  se  firma  na  compreensão  de  cada  um  deles separadamente  para  entender  o  todo.  “O  símbolo  do  círculo  representa a  unidade  de  todos os envolvidos e faz também  alusão  ao  círculo  do  logo da  Unimep, abrangendo  os  quatros  campi  da  universidade em que  o  comitê  atua. Já  a  mão,  propositalmente em formato de acolhimento ao círculo, comunica a forma de prevenção e cuidado. A ideia principal é transmitir a relação de cuidado”, detalha ele.

No Comitê, são desenvolvidas ações preventivas e que buscam auxiliar a comunidade e também debater questões sobre o uso de álcool e outras drogas.

Concurso – No total, 36 pessoas dentre alunos, professores e funcionários dos quatro campi participaram do concurso que foi organizado pela equipe que atua no Comitê. O grupo também foi responsável pela escolha da proposta vencedora. Segundo o coordenador do setor, o prof. Ismael Valentin, as propostas enviadas deveriam estar em sintonia com os objetivos e ações do comitê, além de apresentar linguagem dinâmica.

Danielle Moura, coordenadora da TV Unimep e uma das participantes do CPDq destaca que todos os projetos estavam dentro do contexto proposto e possuíam explicação bem condizente com as imagens e nome fantasia. “Tivemos associações do Comitê com elementos da natureza, aves e principalmente a vida, o que acabou servindo de reflexão para o grupo sobre a importância do nosso trabalho”, afirma.

Texto: Angela Rodrigues
Edição: Celiana Perina
Fotos: divulgação
Última atualização: 27/07/2016