Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Aluno de mestrado em administração recebe prêmio em congresso nacional

Aluno de mestrado em administração recebe prêmio em congresso nacional

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 27/11/2014 14h39, última modificação 26/04/2016 18h51
O aluno especial do curso de mestrado profissional em administração da Unimep, Fábio Ferreira Coelho Bragança, foi premiado durante o 6º Congresso Nacional de Arquivologia promovido no final de outubro, em Santa Maria (Rio Grande do Sul). Bragança foi reconhecido pelo desenvolvimento e implantação do Centro de Documentação da Câmara (Cedoc) e da Política de Difusão e Acesso ao Acervo na Câmara de Vereadores de Piracicaba. O evento teve como tema Sustentabilidade e Inovação.

Pelos projetos e trabalhos desenvolvidos na Câmara de Piracicaba, o universitário recebeu a distinção conferida pelo melhor trabalho no eixo patrimônio Documental e Memória. Ele conta que na ocasião foi homenageado com uma cuia, um objeto característico da cultura gaúcha, além de ter o trabalho publicado em uma edição especial da Revista Informação Arquivística, de circulação nacional.

Bragança, que também é graduado em história pela Unimep, fez o curso de pós-graduação em Gestão de Arquivos na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e é aluno especial do mestrado em administração, trabalha como historiador responsável pelo Arquivo da Câmara de Vereadores de Piracicaba, local que está vinculado há  dez anos.

Ele conta que a Política de Difusão Educativa e Cultural começou a ser desenvolvida em 2012. “Fizemos um estudo para apurar as necessidades dos usuários do arquivo e com os resultados desenvolvemos o projeto do Cedoc que será entregue no primeiro semestre de 2015. A política de difusão do acervo está em funcionamento por meio das seguintes atividades: oficinas, palestras, exposições, publicações de artigos, matérias em jornais e revistas, participação em encontros e congressos. Outras estratégias estão em desenvolvimento como: sistema de consulta do acervo online, banco de dados históricos sobre a cidade, série de programas para TV Câmara, exposição itinerante nas escolas e atividades com professores sobre o uso de documentos antigos em sala de aula”, ressalta o mestrando.


Texto: Angela Rodrigues
Fotos: acervo pessoal
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 25/11/2014

registrado em: