Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunos avaliam rede de computadores da Prefeitura de Charqueada

Alunos avaliam rede de computadores da Prefeitura de Charqueada

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 15/02/2012 13h54, última modificação 26/04/2016 18h48

A rede Drogal de farmácias, Etec Piracicaba, Fundição São Francisco, Tecnews Microinformática e Marconi Equipamentos Médicos são empresas e instituições que já tiveram os projetos de rede de computadores reestruturados por alunos da Unimep. A iniciativa não é inédita, pois compõe o conteúdo da disciplina projeto articulador de administração de infraestrutura de redes, do curso de graduação tecnológica em redes de computadores da universidade. 

No entanto, a novidade é que a última instituição atendida foi a Prefeitura de Charqueada. No semestre passado, os alunos do 4º semestre do curso de redes de computadores da Unimep - coordenado pelo professor Francisco Baccarin -:  Douglas H. da Silva Pirralha, Felipe Grigoletto Nonis, Ivan Lucas Defant, Lucas Candioto Monteiro e Luis Gustavo Fernandes estudaram e avaliaram a rede de computadores do órgão. A iniciativa contou com a supervisão e orientação do professor Samuel Henrique Bucke Brito, coordenador da especialização redes de computadores da universidade, e do docente Rafael Diório.

Ao final, os universitários elaboraram um projeto e encaminharam à prefeitura. Apesar dos resultados e situações encontrados pelos estudantes, não há data definida para a implantação do projeto pelo órgão. Brito afirma que o mesmo será analisado para avaliar a adoção das medidas corretivas. “Independente disso, boa parte das melhorias propostas já está sendo aplicada, porque um dos alunos do grupo atua na área de informática da prefeitura”, acrescenta.

O docente conta que o principal objetivo dos projetos articuladores é consolidar os fundamentos teóricos do curso e principalmente aliar a prática operacional que será encontrada na profissão. “É uma oportunidade ímpar de atuar no planejamento e correção da infraestrutura de computadores presente em ambientes corporativos. Especificamente no atendimento à Prefeitura de Charqueada, os universitários encontraram situações fora das normas e dos padrões técnicos recomendados. “Por exemplo, boa parte do sistema de cabeamento (cabos de cobre de par-trançado, fibras-óticas, e outras) não está de acordo com as normas técnicas da indústria”, observa.  

APRENDIZADO 

Lidar com a dificuldade de manter uma rede em operação ao mesmo tempo em que levantam os problemas e executam melhorias foram alguns dos desafios que os alunos superaram com o desenvolvimento do trabalho. “Estimulá-los a discutir e propor soluções é algo fantástico do ponto de vista de aprendizado e uma contribuição enorme para a formação profissional”, destaca.

Edição e texto: Assessoria de Comunicação e Imprensa
Fotos:  Fábio Mendes
Última atualização: 15/02/2012

registrado em: