Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunos da Feau participam do Baja SAE Brasil

Alunos da Feau participam do Baja SAE Brasil

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 12/03/2013 19h47, última modificação 26/04/2016 18h49

Um grupo de alunos da Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo (Feau) da Unimep participam nos próximos dias 14 a 17 da 19ª Competição Baja SAE Brasil, que ocorre no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. A competição oferece aos estudantes de engenharia a oportunidade de colocar em prática o aprendizado adquirido em sala de aula, com o objetivo de prepará-los para o mercado de trabalho. O evento reúne equipes compostas por no máximo 20 alunos além de um docente orientador e um aluno capitão para liderar a turma. O desafio proposto para as equipes é o de apresentar um projeto automobilístico para ser avaliado e classificado.

Essa é a terceira vez que a Unimep participa do evento. A equipe do Baja é composta pelos universitários: Luiz Felipe Souza de Camargo, Nelson Henrique Albertine, Fernando Spagnol, Guilherme Furlan Justti, Luiz Eduardo Bigoto e Pedro Henrique Bragaglia, que cursam engenharia industral mecânica; André Marmirolli, Guilherme de Melo Miranda. Cainã Prati Moreira, Marcelo Jofre Cipeli Vitorino, César Augusthus Pinto Júnior e Fernando Vieira Mineiro, alunos de engenharia mecânica; Renato Sanchez de Lima, Anderson Alan Pereira da Silva Castro e Ricardo Franchi, estudantes do curso de engenharia de controle e automação; Ana Carla Ferreira de Abreu, aluna da graduação de engenharia de produção e também Lucas Bonimasso Martins da Silva, que cursa engenharia mecânica com ênfase em manutenção. Eles trabalham sob a orientação do docente Newton Landi Grillo, coordenador dos cursos de engenharia mecânica e engenharia industrial mecânica

Inovação – Para a atual competição, eles apresentam um carro reprojetado e modernizado, que já foi usado pelos estudantes nas edições anteriores e passou por inovações em equipamentos. O projeto será avaliado em provas estáticas, dinâmicas, de resistência, em avaliação de componentes e itens do automóvel. Como premiação, as equipes vencedoras terão a chance de competir internacionalmente. “Com a competição, os alunos levam para a prática o conhecimento aprendido em sala de aula e adquirem também os aspectos de liderança e a divisão de tarefas através do trabalho em equipe”, ressalta Grillo.

Experiência – Para o universitário Guilherme Furlan Justti, que cursa o 10º semestre de engenharia industrial mecânica, “todo engenheiro deveria ter a experiência de participar de uma competição como essa, pois durante a preparação do projeto aprendemos a trabalhar em grupo, enfrentar desafios, ter metas e cumprir prazos. Acho que todos esses métodos são fundamentais para lidar com as cobranças no mercado de trabalho”, afirma Justti. Já Nelson Henrique Albertine, também aluno do 10º semestre da graduação, a participação pode trazer benefícios para a sua carreira profissional. “Tenho certeza que a experiência na competição, com suas regras e desafios, vai agregar conhecimentos práticos que serão de extrema importância para a minha futura carreira como engenheiro”, destaca Albertine.


Texto: Júnior Campos
Fotos: Fábio Mendes
Edição de texto: Angela Rodrigues
Última atualização: 12/03/2013

registrado em: