Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunos de letras participam de iniciativas que aproximam da prática

Alunos de letras participam de iniciativas que aproximam da prática

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 23/05/2011 14h53, última modificação 26/04/2016 18h47

A universitária Evelyn de Camargo Antunes, 19, que cursa o 1º semestre de letras português da Unimep não é muito fã dos clássicos da literatura universal. Ela prefere ler obras específicas da área da linguística, campo em que pretende atuar após concluir a graduação. No entanto, ao participar da atividade complementar Uma Noite no Inferno de Dante, promovida pela coordenadora do curso letras-português da Unimep, Josiane Maria de Souza, ela pôde se familiarizar com um dos três volumes que compõem \"A Divina Comédia\", de Dante Alighieri (1265-1321). 

No evento, Josiane leu episódios do nono círculo do inferno do terceiro volume da obra, apresentou comentários e imagens referentes ao livro, além da visão do autor e seu olhar sobre a sociedade da época. Ao final, os participantes puderam se deliciar com uma macarronada, ouvindo músicas italianas. 

A iniciativa compôs a programação do Seminário de Cinema – Ciclo Italiano, que nesse semestre exibe e analisa com aos alunos, filmes clássicos da cinematografia italiana. Por meio delas, os estudantes assistiram ao \"Cinema Paradiso\" (1988), de Giuseppe Tornatore; \"Ladrões de Bicicleta\" (1948), de Vittorio De Sica, e \"Feios, Sujos e Malvados\" (1976), de Ettore Scola. A iniciativa, que faz parte das comemorações do ano da Itália no Brasil, ocorre sempre aos sábados e vai até o dia 14 de maio. Os últimos encontros foram nos dias 7, com a apresentação de \"O Incrível Exército de Brancaleone\" (1966), de Mario Monicelli (1915-2010) e dia 14, com a exibição de “Decameron”, de Pasolini (1922-1975).


DESCONTRAÇÃO

“Eventos que saem da rotina têm um impacto diferente e maior entre os estudantes. Por isso, no curso de letras, a proposta é promover eventos que possibilitem aumento do capital cultural para o aluno e tragam temáticas das quais eles não se aproximariam”, destaca a coordenadora. No ano passado, em que o país homenageado foi a França, Josiane organizou Uma Noite com Proust, em que leu o episódio das madeleines de “No Caminho de Swann”, de Marcel Proust (1871-1922). Nele os participantes também degustaram chá e \"madeleines” (bolinhos típicos da culinária francesa). “Buscamos associar a culinária típica do país com um texto literário. A proposta é resgatar esse encontro e bate-papo dos alunos em torno de algo que eles leram ou viram”, complementa a docente. 


RESULTADOS 

A experiência foi positiva para Maria Fernanda Cavassari, 22, aluna do 7º semestre de letras português, que só conhecia a obra à distância. “Com o evento, adquiri conhecimentos que permitirão ler a obra com outros olhos. Do contrário, não teria aproximação com o livro”, afirma. Ela também destaca a importância da iniciativa para o desempenho da profissão. “Certamente, contribuiu muito. Acredito que esse conhecimento é fundamental, principalmente pelo fato de atuarmos na área da educação, que é relacionada à literatura”, completa. Já Evelyn acredita que as atividades capazes de relacionar a teoria com a prática complementam o conteúdo do curso. 

Também sobre o desempenho profissional, Josiane destaca que iniciativas como essa permitem uma ampliação do repertório e possibilitam um diferencial ao futuro graduado. “No âmbito cultural, permite uma leitura de mundo muito mais ampla. Isso é extremamente importante para o universitário: aprender a ver as coisas de um modo diferente e sentir que sairá da universidade, com muito mais carga de conhecimento de quando que entrou”, observa. Tanto Evelyn quanto Maria Fernanda participam das sessões semanais de cinema. 

Texto: Angela Rodrigues
Edição/ jornalista responsável: Celiana Perina
Fotos: Fábio Mendes
Última atualização: 09/05/2011

registrado em: