Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Argentinos contam sobre experiências de intercâmbio na Unimep

Argentinos contam sobre experiências de intercâmbio na Unimep

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 10/05/2016 08h00, última modificação 10/05/2016 19h43

Da cidade de Venado Tuerto, localizada a aproximadamente 160 quilômetros de Rosario, na Argentina e com cerca de 80 mil habitantes, é que veio um dos atuais intercambistas da Unimep: o argentino Tomás Codina, 22, que permanecerá no país até julho. Ele e Loreta Mian, 21, nascida em Villa Cañas, também na Argentina, participam atualmente da modalidade de intercâmbio semestre acadêmico, oferecida na Unimep por meio da Assessoria de Relações Internacionais.

Matriculado no curso de negócios internacionais, Tomás Codina cursa quatro disciplinas no período noturno e frequenta aulas nos campi Taquaral e Centro. Ele conta que sempre desejou realizar intercâmbio no Brasil, país que havia visitado em várias ocasiões. “"Quando vi o campus Taquaral gostei muito e no site tinha muitas informações sobre as matérias que eu poderia fazer. Nos contatos que fiz com a universidade, também sempre tive resposta”", afirma o universitário.

Já Loreta, que está matriculada no curso de ciências econômicas, conta que essa é a primeira vez que participa de intercâmbio e que a motivação veio pela possibilidade de aprender novo idioma. "“Me senti motivada pela possibilidade de aprender o idioma diferente no lugar de origem. A Unimep é muito interessante e ampla, conheci muita gente que me ajudou. O que mais gosto, e o que mais me chamou a atenção, foram as instalações da Unimep, que são muito lindas, e as atrações. Vi bandas que tocaram na Arena; foi muito bom!”", afirma a estudante.

Além dos conhecimentos específicos em suas respectivas áreas de formação no semestre de intercâmbio, Codina e Loreta também destacaram algumas das experiências e resultados que irão levar para o seu país de origem após a vivência na universidade. “"A Unimep vai contribuir muito com a minha trajetória profissional. Poder fazer intercâmbio, aprender outra língua, construir amizades e conhecer pessoas, acho tudo isso muito bom. É uma experiência que será muito positiva pra minha vida. Especificamente em relação ao ensino, nesses dois meses percebi que há muitas atividades práticas, por exemplo: planejamento orçamentário, trabalhos e outros projetos, e gostei muito. Há muito a visão prática das coisas"”, detalha ele.

Loreta destaca que a sua profissão exige o aprendizado de outros idiomas e, apenas por esse motivo, o intercâmbio já seria válido. “"Um intercâmbio te nutre de cultura e possibilita aprender costumes de outro país, é uma experiência incrível poder conhecer, estudar e ter contatos; além de aprender e experimentar mais coisas do que se pode imaginar"”, destaca.

Diferenças culturais

Sobre as diferenças culturais observadas nos dois países, Codina conta que achou os alimentos preparados no Brasil mais temperados que os da Argentina e que os horários das refeições ocorrem mais cedo. "“No Brasil, se janta muito cedo. Lá na Argentina temos o costume de jantar por volta das 21h30, 22h e aqui é às 20h. Se alguém me convida não tem problema algum, mas se estou na minha casa, prefiro jantar mais tarde. Outra diferença é que aqui se come muito arroz e na Argentina é sempre pão. No almoço e no jantar, sempre tem pão, e aqui é o arroz”", aponta o estudante.

Loreta, por sua vez, conta que essa é a primeira oportunidade de conhecer o Brasil e que nos primeiros dias não conseguia entender muita coisa, mas que atualmente compreende melhor o idioma. “"Como em todos os países, há diferenças no que se refere à alimentação. Não passei por nenhuma situação inusitada mas, algumas vezes, tive problemas para me comunicar e achei engraçado ter de fazer sinal com as mãos para me fazer entender"”, conta a aluna.

Além dos dois argentinos, a Unimep também recebe outros dois estudantes da Alemanha, que participam de aulas e atividades de pesquisa no campus Santa Bárbara d´Oeste. Já em experiências pelo mundo, em 2015, onze alunos participaram de intercâmbios pela Unimep para países como Argentina, Chile, Japão, Estados Unidos, Alemanha, México e Portugal.

 

Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Stefanie Araujo
Edição e Coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 10/05/2016

registrado em: