Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Avaliação do MEC comprova qualidade de cursos da Unimep

Avaliação do MEC comprova qualidade de cursos da Unimep

por Angela Rodrigues publicado 01/03/2017 14h24, última modificação 15/03/2017 15h09

O Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), divulgou os Indicadores de Qualidade da Educação Superior 2015. A tradicional avaliação tem como finalidade medir o nível dos cursos de graduação e das Instituições de Educação Superior (IES) de todo o território nacional.

A Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) foi submetida à avaliação em 16 de seus cursos. Das graduações analisadas, 14 tiveram sua qualidade comprovada e obtiveram conceito 3 (bom) no Conceito Preliminar de Curso (CPC). São elas: Administração, Direito (campus Piracicaba e Lins), Ciências Econômicas, Psicologia, Ciências Contábeis, Relações Internacionais, Tecnologia em Marketing, Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos (campus Piracicaba), Tecnologia em Logística, Tecnologia em Comércio Exterior, Tecnologia em Design Gráfico, Jornalismo e Publicidade e Propaganda

 O CPC é um índice calculado a partir de variáveis como avaliação de desempenho de estudantes no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), titulação e regime de trabalho do corpo docente; percepções dos discentes sobre a organização didático-pedagógica, infraestrutura e as oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional.

Outro resultado positivo conquistado pelos cursos ocorreu no Enade, indicador calculado a partir dos desempenhos dos estudantes concluintes dos cursos após aplicação de prova pelo Inep. Nove graduações conquistaram o conceito 3 (bom): Administração, Psicologia, Ciências Contábeis, Relações Internacionais, Tecnologia em Marketing, Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos (campus Piracicaba), Tecnologia em Comércio Exterior, Tecnologia em Design Gráfico e Jornalismo.

A qualidade da Unimep também foi constatada com o conceito 3 (bom) obtido no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição, dado calculado para as Instituições de Educação Superior e que considera: média dos CPC, número de matrículas e média das notas da Capes nos programas de pós-graduação.

Para a professora Cláudia da Silva Santana, coordenadora da Graduação da Unimep, os resultados alcançados nos indicadores de qualidade da educação superior 2015 do Inep/MEC apontam que houve a manutenção de conceitos positivos obtidos na avaliação anterior. A universidade tem sempre como meta elevar a qualidade dos cursos, inovando currículos e projetos pedagógicos, entre outros.  

“A avaliação externa possibilita identificar méritos do projeto institucional e, ao mesmo tempo, concentrar esforços no que precisa ser aprimorado para elevação da qualidade do ensino ofertado. Estão em desenvolvimento na universidade projetos de reestruturação dos currículos, ampliação do uso da tecnologia nos processos de ensino aprendizagem, não apenas em sala de aula, mas em todos os espaços acadêmicos, desenvolvimento contínuo do corpo docente, que é integrado por 96% de mestre e doutores, qualificação da infraestrutura, entre outras ações", destaca Cláudia.

Sobre o Indicadores de Qualidade da Educação Superior

Os números revelados pelo Inep são relativos à avaliação realizada em 2015 e consideram três indicadores, apresentados em escala de 1 a 5: Conceito Enade (CE), Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Na ocasião, foram analisados cursos das áreas de Ciências Sociais Aplicadas; Ciências Humanas; Eixos Tecnológicos em Gestão e Negócios; Hospitalidade e Lazer; e Produção Cultural e Design.


Texto: Rodrigo de Azevedo/Educação Metodista
Fotos: acervo
Última atualização: 13/03/2017

--