Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Bom humor é a melhor escolha. Está esperando o quê?

Bom humor é a melhor escolha. Está esperando o quê?

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 08/01/2016 11h05, última modificação 26/04/2016 18h53

O que deixa você de bom humor? A vitória de seu time, brincar com seus filhos ou viajar, por exemplo? Sejam quais foram as respostas é importante saber que as emoções influenciam diretamente o estado físico e mental, afetando comportamentos e atitudes no cotidiano, no trabalho e na vida pessoal. A afirmação é de Elaine Curiacos, fisioterapeuta graduada pela Unimep, e palestrante motivacional e comportamental.

Elaine conta que, cientificamente, é comprovado que o bom humor aumenta a produção de endorfina e hormônios analgésicos. Além disso, uma pesquisa desenvolvida em 2012 por especialistas da Universidade de Harvard apontou que pessoas bem humoradas e otimistas possuem menos chance de desenvolver doenças do coração ou sofrer derrame. Segundo o estudo, fatores como otimismo e felicidade podem reduzir o risco de doenças do coração e de circulação.

“Bom humor proporciona bem estar, alivia as dores, bem como gera boas condições fisiológicas e, consequentemente, mais saúde”, afirma. Nesse sentido, encarar a vida de forma positiva e relevando situações adversas permite uma relação melhor com as pessoas e desempenho superior no trabalho. Então, podemos concluir que o bom humor é um estado de espírito e equilíbrio emocional.

“Se a pessoa se conhece, se cuida e busca seu equilíbrio interno, com certeza será bem humorada. Ele vem da maneira como a pessoa encara a vida e das escolhas conscientes que se permite fazer, afinal a dor é inevitável, mas o sofrimento é uma escolha”, diz ela.

HUMOR NA ARTE


Camilo Riani, docente da Faculdade de Comunicação e Informática, é um dos profissionais que trabalha com humor diariamente. Além de docente, ele também é coordenador do Salão Universitário de Humor da Unimep e conta que é da realidade que extrai as inspirações para o trabalho como artista gráfico.

“Humor também é a vida com uma carga de exagero. É daí que surge a minha inspiração. Procuro levar para os meus trabalhos o exagero da descontração”, destaca ele.

Camilo Riani conta que uma das principais formas que adotou para manter o bom humor é não aumentar o tamanho dos desafios ou dos problemas. “Os desafios sempre estarão lá e, se não estivermos atentos, podemos aumentar a carga de tensão. Costumo dizer que normalmente os nossos problemas não ultrapassam o número de dedos que temos nas mãos. É preciso saber atribuir o devido tamanho aos problemas”, destaca Riani.

Já uma das dicas de Elaine para manter o bom humor é o autoconhecimento. Ela diz que é fundamental se conhecer e identificar como age em cada situação. “Observe o que pensa, sente, expressa e como se expressa. Com isso, você também vai aprender a conhecer o outro e conviver de forma mais leve”, afirma ele.


Texto: Angela Rodrigues
Fotos: banco de imagens/Bob Calligaris
Edição: Celiana Perina
Última atualização: 08/01/2016
 

registrado em: