Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Celtra reúne alunos com várias histórias e única exigência: inglês

Celtra reúne alunos com várias histórias e única exigência: inglês

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 14/03/2016 15h19, última modificação 26/04/2016 18h53

O que poderia reunir num mesmo espaço no campus Taquaral da Unimep, pessoas com  idades, histórias e áreas distintas como Erika Yanyin Tang, aluna do 6º semestre do curso de direito; Cesar Romero Amaral Vieira, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e Rita de Cássia Ramos, professora do curso de letras-língua portuguesa da universidade? A necessidade de aprender e dominar o idioma inglês. Erika, Vieira e Rita são três dos 89 alunos que atualmente frequentam as aulas do Centro de Ensino de Línguas Estrangeiras e Escritório Modelo de Tradução (Celtra) da universidade e tiveram a trajetória pessoal e profissional modificada com o projeto.

Criado no segundo semestre de 2015, o Celtra é coordenado pela profª Renata Cristina Colasante, diretora da Faculdade de Ciências Humanas da Unimep, e pela coordenadora do curso de letras-inglês da Unimep, Samira Kraide. Por meio dele, alunos de idades e histórias distintas frequentam as aulas em todos os níveis do idioma inglês, desde o básico até o avançado. No total, são 12 níveis que oferecem aulas ministradas por alunos do curso de letras-inglês com fluência no idioma, experiência em cursos de idiomas e bom desempenho acadêmico. As atividades são supervisionadas e orientadas por docentes da graduação.

EXPERIÊNCIAS

No cotidiano de Erika, a necessidade de falar inglês surge nas conversas mantidas com o irmão, que mora há três anos na Califórnia, EUA, e na busca por estágios. “Tenho me inscrito em várias empresas para conseguir estágio e, em quase todas elas, o inglês é exigência. As aulas do Celtra ajudaram bastante na leitura e escrita do idioma, mas principalmente na conversação”. A universitária acrescenta que as aulas são produtivas e as professoras esclarecem todas as dúvidas. “Nunca fui para casa com alguma dúvida, tudo sempre foi bem esclarecido nas próprias aulas”, afirma a aluna.

Para o professor do PPGE, Cesar Romero Amaral Vieira, a utilização da língua inglesa é fundamental para o exercício da profissão e para a interação com parceiros de outros países. “Sou do campo da história da educação e a nossa literatura é grandemente influenciada por autores ingleses e franceses. Por isso, é de fundamental importância sabermos nos comunicar nestes idiomas para ampliarmos nossas redes de contato e de pesquisa. Posso dizer que as aulas são extremamente dinâmicas com docentes altamente preparados para lidar com a turma e para ensinar um novo idioma. Fiquei bastante entusiasmado com a experiência do semestre passado”, conta ele.

O inglês também acompanha a trajetória acadêmica de Rita de Cássia Ramos, professora do curso de letras-língua portuguesa. Para ela, o idioma faz-se necessário para a leitura de textos teóricos ou literários. “Além disso, para o professor, essa língua pode constituir-se como mais uma ferramenta na escolha de autores, os quais, por sua vez, serão apresentados aos alunos na constante reflexão com o texto”, aponta. Para atender essa demanda, Rita iniciou as aulas do Celtra nesse mês e espera aprender e aprofundar o inglês tanto na escrita quanto na conversação.

Renata Colasante (foto ao lado), uma das coordenadoras do Centro, vê que o principal resultado obtido com o Celtra é o desenvolvimento pessoal e profissional. “O domínio da língua inglesa é condição indispensável para o mercado de trabalho na atualidade. Este saber, que antes era tido como um diferencial, passou a ser exigência nas seleções para vagas de trabalho e até mesmo para estágios. Diria que para um grande número de profissões na atualidade ter o domínio da língua inglesa é tão importante quanto o diploma universitário. Além disso, o domínio da língua inglesa permite acesso à informação, tecnologia, conhecimento, textos, periódicos, websites, vídeos e palestras online que só estão disponíveis nesse idioma. Mais de 80% do conteúdo da internet hoje está em inglês”, destaca ela.

INOVAÇÕES

Para o próximo semestre, a equipe do Centro de Ensino planeja implementar o escritório de tradução, que oferecerá serviços de tradução em língua inglesa para a comunidade interna e externa.
As aulas do Celtra são oferecidas para alunos, funcionários e docentes da Unimep e também para pessoas da comunidade externa. As inscrições para os interessados em participar das turmas que iniciam no segundo semestre podem efetuar as inscrições em junho. Outras informações podem ser obtidas pelo (19) 3124-1501 ou e-mail: celtra@unimep.br.

 

Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Edição e Coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 14/03/2016

 

 

registrado em: