Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Certificações profissionais qualificam alunos e docentes da Unimep

Certificações profissionais qualificam alunos e docentes da Unimep

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 19/06/2012 12h53, última modificação 26/04/2016 18h48

O universitário Matheus Niza Mendonça, 21, aluno do 3º semestre do curso de graduação tecnológica em redes de computadores da Unimep, alcançou no último dia 1º de junho, a certificação Cisco Certified Entry Networking Technician (CCENT) conferida pela Cisco, uma multinacional americana que oferece soluções para redes de computadores, por meio de prestação de serviços, fabricação e venda de equipamentos. 

“A aprovação neste exame, além de certificar os meus conhecimentos na área, significa um nível a mais que posso utilizar profissionalmente”, destaca o universitário, que já prepara-se para o próximo teste, o CCNA – Cisco Certified Network Associate, ainda sem data agendada. Já detentor da CCNA, é o universitário Vinícius Caixeta dos Santos, 22, aluno do 5º semestre do curso de graduação tecnológica em redes de computadores da Unimep.

Com a nota 986, Santos comemora o resultado dessa conquista para sua experiência profissional. O universitário acrescenta que a Cisco é a maior rede de fabricantes de equipamentos para redes de computadores e comprova os conhecimentos dos participantes nos próprios equipamentos. 

“Essa certificação é muito valorizada e bem vista na área de redes de computadores. É o objetivo de qualquer profissional”, aponta ele, que há dois meses trabalha na área de tecnologia de informação (TI) da Hyundai Motor Brasil. No país, a Cisco existe desde 1994, e atualmente mantém empresas filiais em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. 

DOCENTES 

A obtenção de certificações profissionais conferidas por empresas fabricantes das próprias tecnologias atesta também a constante atualização dos docentes da Unimep e garante que o profissional tenha os conhecimentos necessários para trabalhar com determinadas tecnologias. Desse grupo, faz parte Rafael Fernando Diório, professor do curso de graduação tecnológica em redes de computadores e do curso de especialização em redes de computadores. Em março, ele obteve a certificação Linux LPIC-3 (Linux Professional Institute Certified Level 3), vinculada à LPI (Linux Professional Institute), uma organização sem fins lucrativos, localizada em Toronto, Canadá, que outorga certificações para profissionais que trabalham com Linux. 

Detentor de 10 certificações conferidas pela Cisco, EXIN, IPv6 Fórum, LPI, Mandriva, Microsoft e Novell, o professor destaca que a última obtida, uma das mais respeitadas dentre os profissionais de redes de computadores, teve um grau de dificuldade alto e atestou os conhecimentos avançados em ambientes Linux. 

Já José Carlos Libardi Júnior, também professor do curso de graduação tecnológica em redes de computadores, detém nove certificações relacionadas a tecnologias Microsoft: MCT – Microsoft Certified Trainer, que permite ministrar aulas em centros oficiais Microsoft; MCITP – Enterprise Administrator on Windows Server 2008; MCITP - Server Administrator on Windows Server 2008; MCITP - Enterprise Desktop Support Technician on Windows 7 e MCSA – Microsoft Certified Systems Administrator.  

Além dessas, Libardi Júnior também realizou, dois novos exames de certificação: o Pro: Windows Server 2008 – Server Administrator e o Pro: Windows Server 2008 – Enterprise Administrator. 


INTERNACIONAL 

“Todas essas certificações vinculadas ao curso não só asseguram aos alunos que os docentes possuem domínio do conteúdo que ministram, como também servem de exemplo para que os estudantes fiquem motivados a buscar as certificações profissionais que têm validade no âmbito internacional”, aponta Samuel Henrique Bucke Brito (foto ao lado), coordenador do curso de especialização em redes de computadores. 

No ano passado, Brito foi o primeiro profissional brasileiro a receber a chancela internacional de IPv6 Certified Network Engineer, pelo fato de já ser detentor de outra certificação da Cisco, e realizar pesquisas sobre o tema no doutorado. Além disso, ele passou por um ciclo de três exames internacionais para receber o título de Cisco Certified Network Professional (CCNP), e atualmente detém as certificações: CCNA, CCDA, CCDP, CNE6 (Silver) e CNE6 (Gold).


Texto:
Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Coordenação/jornalista responsável: Celiana Perina
Última atualização: 19/06/2012

registrado em: