Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Com diálogo entre direito e medicina, unimepiana lança 1ª obra

Com diálogo entre direito e medicina, unimepiana lança 1ª obra

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 17/06/2014 12h20, última modificação 26/04/2016 18h51

A advogada Fernanda Regina da Cunha Amaral (foto), graduada no curso de direito do campus Taquaral da Unimep no ano de 2003, acaba de concluir um desafio: a produção do seu primeiro livro. Intitulada Erro Médico: a Responsabilidade Jurídica pelos Danos Causados aos Pacientes na Atuação dos Médicos, dos Hospitais e das Operadoras de Planos de Saúde, a obra é um lançamento da Editora Juruá, com 216 páginas, e foi apresentada em maio no 11º Simpósio de Direito Constitucional, em Curitiba, Paraná. A publicação está à venda no site www.jurua.com.br  e pelo valor de R$ 49,90.

CONTEÚDO

 Uma das principais motivações que levou a autora a produzir o livro foi a constatação do aumento no número de demandas ajuizadas em face dos profissionais da saúde. “Em especial dos médicos, cobrando a responsabilidade pelo resultado diverso do almejado pelos pacientes, com a condenação desses profissionais, mas isentando os hospitais, as operadoras de planos de saúde e o Estado, que não raro, são na verdade os principais responsáveis pela ocorrência do dano”.

Dentre os temas destacados por Fernanda estão responsabilidade civil e penal, erro médico, teoria do erro humano de James Reason e a contratação de médicos estrangeiros, segundo ela, um dos temas inéditos na obra.

A autora conta que a etapa mais difícil foi analisar a prática médica e todos os entraves existentes na área da saúde. “Primeiro, por ser de outra área, o acesso a tais informações foi difícil, com certa resistência dos médicos até compreenderem a finalidade do tema. Segundo, porque como jurista sem qualquer experiência da área médica foi necessário grande esforço para compreender determinadas razões médicas que levaram a adotar certo procedimento em detrimento de outro”, conta ela.

Já a etapa mais gratificante foi perceber que o diálogo entre o direito e a medicina é possível e extremamente necessário.

A AUTORA

Natural de Piracicaba, Fernanda Regina da Cunha Amaral graduou-se em direito pela Unimep, em 2003. Em 2010, tornou-se especialista em ciências penais pela Universidade Anhanguera-Uniderp/Rede LFG e em 2012, mestre em direito penal e criminologia pela Universidade de São Paulo (USP).



Texto:
Angela Rodrigues
Fotos: Bob Calligaris
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 17/06/2014

registrado em: