Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Coordenadora do Ceapsi assina cartilha de orientações para tempos de isolamento social

Coordenadora do Ceapsi assina cartilha de orientações para tempos de isolamento social

por Angela Rodrigues publicado 03/05/2020 05h00, última modificação 04/05/2020 13h58

 

Para orientar famílias com uma linguagem simples e de fácil compreensão em relação aos princípios básicos da interação e o desenvolvimento de atividades, bem como para auxiliar o estabelecimento de rotinas no período da quarentena, a professora e supervisora do estágio do curso de psicologia da Unimep e coordenadora do Centro de Estudos Aplicados em Psicologia (Ceapsi) da universidade, Magali Rodrigues Serrano, participou como uma das colaboradoras da cartilha de orientações para tempos de isolamento social.

Elaborada em aproximadamente 20 dias, o material é fruto da parceria do curso de psicologia da Unimep com a equipe Educar, grupo de avaliação e intervenção nos transtornos do neurodesenvolvimento, localizado em Americana.

“O curso de psicologia estabeleceu a parceria com a Equipe Educar, desde agosto de 2019. Temos cinco estagiárias da graduação desenvolvendo estágio obrigatório. Frente a esse vinculo e necessidades emergentes de  orientação as famílias, neste momento de quarentena, a diretora clínica da Equipe Educar, Fernanda M. Pierin Berardineli, entrou em contato com o curso de psicologia para contribuir na elaboração da cartilha”, detalha ela. Fernanda Berardineli também é ex-aluna do curso de psicologia da Unimep.

Clique aqui para consultar e acessar a cartilha: https://bit.ly/3eT3xMd 

PÚBLICO – A docente conta que o material elaborado foi direcionado às famílias de crianças que estejam dentro do Espectro do Transtorno Autista. “A cartilha foi criada para esse segmento em função do grande número de questionamentos que pediatras, neurologistas, psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e outros profissionais têm recebido das famílias quanto a “como lidar com seus filhos” nesse momento de isolamento social”, detalha Magali.

DISTRIBUIÇÃO DIGITAL – A cartilha teve distribuição digital e totalmente gratuita, por meio de distintos aplicativos, sites e também via mídias sociais, além de ser disponibilizada nas redes sociais da equipe Educar e no portal da instituição. 

Também foi direcionada às famílias com crianças na equipe Educar, a outros grupos de profissionais que trabalham com cliente no Espectro Autista e foi enviada aos convênios atendidos para disponibilização às famílias conveniadas, segundo informou a professora Magali.

PARCEIROS – Compõem a equipe Educar: Fernanda M. Pierin Berardineli, diretora clínica e psicóloga; Gabriela Zuculo, fonoaudióloga responsável pelo serviço de fonoaudiologia da equipe; Thiene R. Bersan Felippette, terapeuta ocupacional e responsável pelo serviço da Terapia ocupacional e Integração sensorial; Amanda Martins, pedagoga e Thiago da Silva, psicólogo.

A produção da cartilha também teve a colaboração de Liliane Rocha, analista do comportamento e doutora em saúde comportamental, com foco no cuidado integrado no Instituto de Pós-Graduação em Saúde Comportamental de Cummings/Arizona; e a parceria do Grupo Gradual – Intervenção Comportamental.

 

Texto: Assessoria de Comunicação e Imprensa Unimep
Fotos:
divulgação Cartilha de Orientações para Tempos de Isolamento Social
Última atualização: 27/04/2020