Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Coordenadora do curso de rádio e TV participa de colóquio em Portugal

Coordenadora do curso de rádio e TV participa de colóquio em Portugal

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 21/03/2008 11h19, última modificação 26/04/2016 18h45

Para apresentar a metodologia de elaboração do documentário-ficção “Imagens da Cidade” (1998), estrelado pela atriz Letícia Sabatella, a coordenadora do curso de rádio e TV da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), a cineasta Maria Thereza Azevedo, a Martihê, participa entre os dias 23 e 29, do Seminário do Porto 2008. Realizado na Cidade do Porto, em Portugal. O evento é multidisciplinar e conta com a participação de profissionais das áreas de ciências da comunicação, sociologia, semiótica, patrimônio, arquitetura, museologia e economia. 

A docente da Unimep é a única brasileira que apresenta pesquisa nessa edição. Juntamente com ela, participam pesquisadores da Universidade de Manouba, da Tunísia; da Universidade de Avignon, na França; da Universidade de Quebec, no Canadá; da Universidade do Porto, em Portugal. 

IMAGENS DA CIDADE

O vídeo “Imagens da Cidade”, com roteiro e direção assinados por Maria Thereza, foi rodado em Piracicaba e considerou peculiaridades do município. Ao longo da narrativa foram apresentados ícones, como a Estação da Paulista, a Rua do Porto, o rio Piracicaba, assim como canaviais, engenhos, metalúrgicas e o interior de residências. Buscou-se traduzir na produção, os conteúdos e conceitos de uma história em construção para o ensino fundamental e assim tornar possível o desencadeamento de uma pesquisa interativa por parte dos usuários. O resultado é um produto híbrido que mescla elementos de cinema, novela, documentário, edificado com recursos narrativos, poéticos e videográficos. Em  1998, “Imagens da Cidade” ganhou o prêmio de melhor pesquisa no Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação).

“O vídeo destaca o ensino interdisciplinar e a proposta curricular para o ensino de história evidenciando processos de construção de significados que circulam nos vários contextos: da escola, da família e da cidade, por meio da recuperação de elementos da memória de seus habitantes. No enredo fiz cruzamentos inusitados com estéticas contemporâneas e que depois de dez anos, estão tendo ressonância internacional”, destaca.

Na época, a produção envolveu 26 alunos do curso de rádio e TV e para o levantamento de dados, foram necessárias parcerias com os cursos de história e pedagogia da Unimep, além da Diretoria de Ensino de Piracicaba. O vídeo também foi distribuído para todas as escolas estaduais da cidade. A fotografia é de Cleumo Segond e a trilha sonora, de Renato Lemos. Produzido em convênio com MEC/Fnde e Unimep.

MARITHÊ AZEVEDO

A professora da Unimep é doutora em artes e literatura dramática com tese \"O Tarô e a Dramaturgia, Apontamento para a Criação de um Roteiro Cinematográfico\", pela ECA/USP, onde foi professora do curso de cinema. Também se especializou em dramaturgia em Cuba,  pela Escuela Internacional de Cine e TV de San Antonio de Los Baños, para roteiro cinematográfico. Na lista de trabalhos realizados estão \"Ojos que Miran\", sobre o artista plástico cubano Manuel Mendive; \"Palácio da Memória\", com Luiz Melo e Rosi Campos para a formação de educadores, e o mais recente, \"Memórias Clandestinas\", lançado o ano passado, e que recebeu o prêmio de melhor documentário brasileiro no Festival Internacional de Cinema Feminino (Femina), realizado na Caixa Cultural, no Rio de Janeiro. 

Foto: Thiago Altafini

Última atualização: 21/03/2008

 

registrado em: