Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Disciplinas e corpo docente incentivam ingresso em GPI

Disciplinas e corpo docente incentivam ingresso em GPI

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 15/05/2013 14h55, última modificação 26/04/2016 18h49

Realização e crescimento na empresa em que atua é um dos objetivos profissionais do universitário André Carlos Toledo (foto ao lado), 24, aluno de graduação tecnológica em gestão da produção industrial da Unimep. Ele faz parte da primeira turma do curso, oferecido pela primeira vez na instituição nesse ano. Com atuação na área voltada às funções operacionais de uma empresa, o profissional pode trabalhar como gestor e suporte operacional no processo produtivo, analista e supervisor desses processos, atuar nas áreas de planejamento e controle do processo de produção, gerência de fábrica, gerência de produção e operações e gerência de planejamento e supervisão de instalação de máquinas e equipamentos, dentre outras funções. “O gestor de produção industrial pode trabalhar também no planejamento e no conteúdo de produção, planejamento de materiais, programação de máquinas, definição de processos produtivos, além de também poder colaborar para o desenvolvimento de novos produtos ou melhoria dos já existentes. O profissional é focado na área produtiva, mas também pode ter uma atuação na área de suprimentos, tanto que disciplinas voltadas à gestão da cadeia de suprimentos, logística, gestão de materiais são fortes na graduação”, aponta o professor James Pedro Nadin (foto abaixo).

Diferenciais – Nadin conta que no período em que foi criada a grade curricular do curso, o objetivo foi identificar as demandas do mercado atual. “A graduação conta com um software de sistema de gestão integrado no qual o aluno pode simular diversos cenários de uma indústria de produção, dentre outras atividades”, conta.  Além disso, ele acrescenta que a Unimep é referência na área de engenharia de produção e o curso vem contribuir com essa formação mais específica. “A universidade conta com uma estrutura excelente”, afirma o docente. Com duração de três anos, gestão de produção industrial é oferecido no campus Centro da universidade, em Piracicaba, e conta com dois laboratórios para atividades desenvolvidas pelos alunos.

Sala de aula –- Sillas Morato, 27, estudante do 1º semestre, ingressou na universidade após contato com o coordenador da graduação, Emílio Amstalden, também responsável pelos cursos de gestão de recursos humanos e logística. “Aqui, ao contrário de outras instituições, o professor é mais independente, por isso escolhi a Unimep e esse curso, que é totalmente focado na produção”, destaca ele, que trabalha na área de desenvolvimento de produto em uma empresa de porte médio e tem planos de emendar uma pós-graduação. Já o corpo docente e a grade curricular foram determinantes para o ingresso de André Carlos Toledo, 24, na universidade. Há dois anos, ele trabalha como montador e líder de produção na Hyundai Motor Brasil. “Os conceitos que aprendo no curso têm tudo a ver com o trabalho que desenvolvo. O que me fez ingressar na Unimep, primeiramente, foi a qualidade do curso e também por recomendação de amigos e conhecidos que estudaram aqui”, conta ele, que acrescenta que os conceitos recebidos o ajudaram no trabalho na empresa, além do aprendizado.

Para Henrique Flávio Gilvanoni, do 1º semestre e já graduado em engenharia mecânica, a vinda para a Unimep se deu por precisar de mais conhecimentos voltados à área de gestão, liderança e administrativa. “Antes de decidir, pesquisei e analisei as informações do curso no site. A Unimep é uma excelente instituição e a base curricular desse curso é muito boa. Os conceitos de administração e contabilidade são excelentes, bem como a matemática financeira. Consigo aplicar direto no trabalho. Além disso, considero a biblioteca e a infraestrutura muito boas”, afirma. A identificação com a universidade fez com ele decidisse também por cursar logística, assim que concluir a gestão. Por isso, já começou a adiantar algumas das disciplinas da próxima graduação.

Mercado - O crescimento pelo qual passa atualmente a região de Piracicaba também influencia o atual interesse pela área, aponta Nadin. “Exatamente pelo fato de termos várias novas empresas vindo para essa região, há demanda por profissionais com esse tipo de formação, que tenham uma visão sistêmica e bem focados”, conta o docente. Dentre os atuais desafios da profissão, Nadin destaca a busca por uma maior eficiência produtiva. “Esse é um dos desafios. Além disso, também está o desenvolvimento do trabalho frente à escassez dos recursos materiais, sobretudo de matérias-primas; trabalhar uma empresa ou indústria mais sustentável. Por isso oferecemos disciplinas que cuidam desses aspectos”, aponta.

Segundo ele, a faixa salarial difere de acordo com a área e a empresa em que o profissional vai ingressar. “No entanto, é um profissional bem remunerado, com salários iniciais acima de R$ 2 mil. Em pouco tempo, ele conseguem alcançar salários entre R$ 3.800 e R$ 4.500. Já um gerente de produção pode ganhar em torno de quinze a dezoito mil reais”, afirma.

Confira mais imagens de alunos e professores entrevistados no link: http://on.fb.me/12bp4mV


Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Última atualização: 15/05/2013

registrado em: