Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Docente de psicologia participa de congresso internacional

Docente de psicologia participa de congresso internacional

por Angela Rodrigues publicado 12/12/2019 07h00, última modificação 12/12/2019 22h13

Para tratar e debater sobre a formação de psicólogos em atenção psicossocial no Brasil, a professora do curso de psicologia da Unimep, Disete Devera, participou no início de novembro do “18º Encontro Anual sobre Psicose, Cidadania e Pertença: Forjando Caminhos para Inclusão e Cura”, ocorrido na Universidade de Yale, em Connecticut (EUA).

O evento foi promovido pela Sociedade Internacional de Abordagens Psicológicas e Sociais em Psicose dos Estados Unidos, o ISPS-US (sigla em inglês), que convidou a professora para compor a mesa de Política de Saúde Mental no Brasil, com os professores Silvio Yasui (UNESP), Elizabeth Maria Freire de Araújo Lima (USP), o psiquiatra Fabrício Donizete da Costa (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP), e o pesquisador José Guilherme Nogueira Passarinho (mestrando da UNESP).

DESAFIOS – No evento, Disete falou sobre os desafios do treinamento e educação para a área da saúde psicossocial, tema relacionado com a sua pesquisa de doutorado e a supervisão de estágio em saúde mental coletiva na Unimep. Para isso, abordou como ocorre o trabalho dos alunos em parceria com unidades de saúde.

“O estágio em atenção psicossocial permite imersão nos serviços de saúde mental comunitários e que os alunos estejam em contato com valores éticos que guiam o modelo de atendimento psicossocial, como o compromisso em restaurar a cidadania, reduzir a coerção no tratamento e o cuidado centrado na pessoa. O desafio é providenciar um ambiente de aprendizado onde é possível desenvolver práticas que permanecem verdadeiras nos preceitos da Reforma Psiquiátrica”, destacou Disete.

DESTAQUE MUNDIAL – Ao falar da importância de profissionais brasileiros participarem no evento, Disete apontou que a Reforma Psiquiátrica do país gera interesse no mundo, principalmente por experiências reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como o modelo de atenção psicossocial implantado no Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira de Campinas, cujas práticas são citadas pela organização.

A professora ainda destacou a relevância de atualizar a discussão no assunto. “Essa mesa abordou a situação atual no país. Fala da ameaça de retrocesso que a gente está vivendo no Brasil, por conta da ameaça ao SUS e às políticas públicas de maneira geral”, afirma Disete.

FUTURO – “Não é só uma questão de visibilidade, mas é uma possibilidade de intercâmbio efetivo com essa seara, com esses profissionais”, acrescenta Disete sobre a contribuição de sua participação como representante da Unimep nesta aproximação com a Universidade de Yale.

O intercâmbio de práticas em psicologia extrapolou o congresso, com a oportunidade de realizarem visitas nos serviços de saúde mental na cidade de New Haven, onde o evento ocorreu. Para a professora, o estado de Connecticut tem grande relevância no ramo da saúde coletiva em relação aos outros estados do Estados Unidos. “Acho que nos próximos anos vai ser muito promissor abrir portas de interlocução da Unimep com a Universidade de Yale, para o intercâmbio de conhecimento do que diz respeito à formação dos psicólogos para a atenção psicossocial”, aponta.

 

Texto: Daniela Borges
Fotos: acervo pessoal Disete Devera
Última atualização: 09/12/2019

Legenda da foto (da esquerda para a direita): Disete Devera, Silvio Yasui, Elizabeth Lima e Fabrício Donizete da Costa.