Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Docente do curso de fisioterapia prepara atletas para torneio classificatório dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Docente do curso de fisioterapia prepara atletas para torneio classificatório dos Jogos Olímpicos de Tóquio

por Angela Rodrigues publicado 04/03/2021 05h00, última modificação 04/03/2021 18h10

A professora do curso de fisioterapia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da Unimep, Charlini S. Hartz (foto ao lado), participou em janeiro, das atividades de preparação dos atletas participantes das etapas de Liga Mundial e do torneio classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Além de atuar como supervisora de fisioterapia da Confederação Brasileira de Karatê (CBK), Charlini também esteve presente na inauguração do Centro de Treinamento da modalidade, em Fortaleza. “A ação faz parte da preparação dos principais atletas que participam das etapas de Liga Mundial e do torneio Classificatório para os Jogos Olímpicos”, afirmou ela.

Charlini conta que, ao longo do período de treinamento, desenvolveu com os atletas da seleção, atividades relacionadas à fisioterapia esportiva em conjunto com toda a equipe técnica multidisciplinar.

“Esse processo envolve ações desde as avaliações físicas e funcionais específicas, planejamento preventivo, estratégias de recuperação pós-treino, e reabilitação de lesões.  Sempre com o objetivo maior de prevenção de lesões e performance dos atletas”, destaca ela.

PRÓXIMAS ETAPAS – A docente e fisioterapeuta conta que participará de outros momentos de concentração para o treinamento de próximas competições. Dentre elas, a preparação e a etapa da Liga Mundial em Istambul, a ser realizada na Turquia, de 12 a 14 de março. Para essas próximas iniciativas, ela afirma que muitos desafios são esperados.

“O universo do esporte de alto rendimento é muito complexo e dinâmico, o trabalho mais intenso da fisioterapia esportiva sempre se dá no intuito de estar continuamente acompanhando o atleta, buscando prevenir ou minimizar o surgimento de lesões, permitindo que se mantenha em alto nível de treinamento e competição, o que é um grande desafio. A dedicação intensa e o trabalho sólido em parceria direta com toda comissão técnica e o atleta estreitam as barreiras e tornam essa tarefa mais fácil de ser conduzida", afirma Charlini.

 

 

Texto: Assessoria de Comunicação Unimep
Fotos: acervo pessoal professora Charlini Hartz
Última atualização: 23.02.2021