Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Docente recebe título de melhor tenista do ano

Docente recebe título de melhor tenista do ano

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 27/04/2013 11h45, última modificação 26/04/2016 18h49
Raquete, bola, paixão, disciplina e muita disposição. A mistura desses itens trouxeram ao professor da Unimep, Gerson Eduardo Rocha Campos (foto), o troféu de melhor tenista do ano pela Federação Paulista de Tênis. Um prêmio recebido aos 63 anos, pela segunda vez. O evento de premiação ocorreu em março, no Clube Paineiras do Morumbi, em São Paulo. Unimepiano desde 2004, o professor e esportista, atualmente, leciona a disciplina de anatomia da Faculdade de Ciências da Saúde (Facis).

Campos, que pratica o esporte pelo Clube de Campo de Piracicaba, conquistou o troféu na categoria melhor do ano de 60 a 64 anos. Para ser premiado, é necessário participar ativamente do maior número de partidas promovidas pela Federação ao longo do ano e acumular novos pontos. Em média, é preciso jogar por pelo menos dois finais de semanas ao mês, jogos estes que, por diversas vezes, se estendem durante a semana. Campos atingiu a meta e, só no ano passado, disputou 60 jogos e 17 torneios em várias cidades, dentre elas São Paulo (Clubes Hebraico, Corinthians, Pinheiros), Campinas, Avaré, Bauru e São José do Rio Preto. “É difícil terminar em primeiro lugar do ranking, por conta do número de jogos que é necessário participar durante todo o ano, sem se machucar e mantendo a boa condição física”, afirma o tenista.

O docente se dedica ao esporte diariamente e reserva pelo menos uma hora do seu dia para treinos. Em cada sessão, ele conta que se aprimora em um aspecto como: condição técnica, física, mental e outras necessárias. “O tênis é espetacular, desafiante e você pode jogar a vida toda. É um esporte físico e mental, pois como em um jogo de xadrez, é preciso pensar estrategicamente, avaliar táticas para vencer o seu adversário”, conta ele, que escolheu o esporte como hobby aos 30 anos, por influência do amigo José Carlos Hebling, ex- professor do curso de educação física da Unimep, que morreu em 2005.

Premiação – O docente também foi premiado pela Federação Paulista de Tênis, no ano de 2008, na categoria melhores do ano de 55 aos 59 anos. Em 2012, foi vice-campeão dos Jogos Abertos da 3ª Idade, promovido pela Secretaria de Esporte do Estado de São Paulo. Campos também foi reconhecido como atleta do ano pelo Clube de Campo de Piracicaba e participou de campeonatos estaduais e máster. Deste último, participam apenas os melhores atletas avaliados pela Federação.

 
Texto: Larissa Molina
Fotos: Fábio Mendes
Edição de texto: Angela Rodrigues
Última atualização: 27/04/2013
registrado em: