Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Docentes e alunos celebram o Dia do Médico Veterinário

Docentes e alunos celebram o Dia do Médico Veterinário

por Angela Rodrigues publicado 14/09/2020 02h00, última modificação 14/09/2020 09h55

Em 9 de setembro de 1933, o então Presidente Getúlio Vargas, por meio do Decreto no. 23.133, estabelece as primeiras condições e áreas de atuação do exercício da profissão do médico veterinário no Brasil. 

Mas, a história da Medicina Veterinária começa há cerca de 4.000 anos a.C., onde os registros históricos fazem referência às atividades dos Médicos dos Animais.

Essas atividades incluem uma amplo espectro de atuações, incluindo a Saúde Pública, que desde 2008 passa a ser chamada de Saúde Única, onde se reconhece a necessidade da integração das áreas da medicina que trata de animais humanos e não humanos, bem como suas relações com o meio ambiente para a preservação da vida no planeta. Mais de 60% das doenças infecciosas que acometem os seres humanos tem origem nos animais não humanos e 75% das doenças emergentes tem origem na fauna silvestre.

Por isso, para comemorar o dia de hoje, também citamos a frase de Louis Pasteur que diz: “A medicina cura o homem, a medicina veterinária cura a humanidade”.

Parabéns a cada profissional da saúde que ao longo da história da humanidade vem contribuindo para salvar vidas! 

Texto: Profª Andréa N. Araújo Pratti, médica veterinária e coordenadora do curso de Medicina Veterinária da Unimep


Depoimentos dos professores da graduação: “Ser médico veterinário significa...

"...atuar promovendo e preservando a saúde não só dos animais, mas também da espécie humana."  - Patrícia Biegelmeyer

"...cuidar de seres que falam com o olhar!" – Cristiane Maria F. de Melo

"...cuidar de toda a sociedade, mas enxergando os animais de maneira única!" – Paulo de Mello T. Lima

"...ter a capacidade de compreender gratidões mudas, mas sem dúvida alguma, as únicas sinceras." - Murilo Fernandes

"...ser responsável pelo bom funcionamento dos ecossistemas, respeitando e valorizando a vida e o produto animal." – Raphael Canciglieri


Depoimentos de alunos do 4º semestre de Medicina Veterinária da Unimep: “ Por que escolhi Medicina Veterinária? ”

"Posso dizer que talvez seja a medicina veterinária que me escolheu, mas tenho uma parcela nisso também. Escolhi essa profissão pelo amor, gratidão e recompensa que temos com aqueles olhinhos e que mesmo sem falar palavras humanas conseguem expressar tão bem o que sentem. Quero que das minhas mãos saiam cura e que eu sempre possa transparecer gratidão. O caminho não é fácil, mas o farei com orgulho. Serei médica veterinária". – Ester Rodrigues

"Eu escolhi a medicina veterinária pelo simples fato de AMAR e RESPEITAR os animais. Desde muito pequena aprendi a cuidar e me doar sempre com preocupação e zelo. Tudo isso despertou em mim o interesse em poder transformar essas ações em minha profissão e a minha única certeza era de que eu queria para sempre trabalhar com esses seres que me trazem alegria, bem-estar, felicidade e paz. A medicina veterinária é uma vocação que vem de dentro. A vontade de fazer o bem a esses seres tão puros me motivou e me incentivou nesta profissão! A vontade de decifrar os sinais, estar próxima, ajudar a manter o bem-estar físico, mental, social e me aproximar cada vez mais foi o grande impulso para essa escolha profissional. Ser médica veterinária é ser amor, ser calmaria, ser abrigo, ser proteção, ser mãe de serezinhos de patas!" – Mirella Corbett Pisco

"Como uma vez eu li, para estudar e tratar diversas espécies, não basta ser médico, tem que ser médico veterinário! Profissão tão honrada e querida, vasta em suas áreas de atuações, que concede cuidados à aqueles que se comunicam através dos olhos e incondicionalmente nos oferecem amor, nos ensinam lições e, aos poucos, tomam seu lugar na sociedade como seres senscientes e portadores de diversos tipos de inteligência descobertos, e os que estão ainda em descoberta. Então, percebemos que não somos superiores, apenas temos o nosso lugar no mundo dentre todas as espécies e reinos. E foi pelo simples motivo de que um dia espero fazer a diferença para a vida de animais, tanto como na vida de pessoas, darei o meu melhor e farei tudo o que puder; É por isso que escolhi ser médica veterinária e a cada dia só tenho mais motivos que me incentivam a seguir orgulhosa nessa carreira brilhante e que me oferece tanto". – Vivian Evangelista

"Quando pequena eu dizia que seria médica, de humanos. Sempre fui apaixonada por anatomia e cirurgia. A paixão prevaleceu, mas quando fiz 6 anos e ganhei minha primeira cachorrinha comecei a mudar de ideia, era tudo tão mais interessante... a ideia de poder cuidar de alguém que não podia falar nem se defender tornava tudo mais encantador. Desenvolvi uma conexão absurda com meus animais que tive e ainda tenho, o que me impulsionou e muitas vezes me deu força. A veterinária para mim é um sonho, sonho antigo... que só pude realizar agora, aos 21 anos. Não vejo a hora de exercer a profissão, a ansiedade é grande, mas confesso que a caminhada está sendo linda. E aqui está a razão, hoje com 16 anos (foto ao lado). Juntas já vencemos um câncer e outras coisinhas". - Gabriela Penteado 

"Por ter tantos bichos, cheguei a perder alguns deles e vi quanta dor isso pode causar para a família que perde este membro. Decidi ser médica veterinária para tentar aumentar as chances de vida dos animais e reduzir a dor deles e também de suas famílias". – Daniela Resende Lima


Depoimentos de alunos do 2º semestre de Medicina Veterinária da Unimep: “ Por que escolhi Medicina Veterinária?”

"Por respeito. Assim poderei cuidar e zelar dos animais que transformaram e ainda hoje ajudam na evolução da humanidade". (Juliana Sacchi)

"Ser veterinária já era um sonho de infância, sempre vivi e convivi com animais, e com passar dos anos meu amor por eles só aumentou e a vontade me tornar um ser útil e poder me dedicar ao bem estar deles me fizeram lutar e entrar no curso de medicina veterinária. Estou muito feliz, que Deus me ajude completar essa jornada". (Veridiana)

"Escolhi ser veterinária antes de pensar na profissão, pela conexão de alma que tenho com os cavalos, e por esse motivo, decidi transformar esse amor no meu trabalho!" (Tatty Rosetto)

"Porque cuidar, compreender, estudar e amar o reino animal sempre foi prioridade em toda minha vida". (Richard Lamaison)

"Ser médica veterinária sempre foi um sonho desde criança, eu particularmente, sempre gostei dos animais, desde brincar com eles até tentar ajudar algum que esteja sofrendo. Foi a partir daí que eu quis me tornar uma médica veterinária, não apenas para brincar com eles, mas sim para ajudá-los a ficarem bem nos momentos em que eles mais precisam". (Isabella Rando)

 

Última atualização: 09/09/2020
Foto: Freepik e acervo pessoal Gabriela Penteado