Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Estagiários realizam trabalho social na Farmácia Escola

Estagiários realizam trabalho social na Farmácia Escola

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 18/10/2011 10h07, última modificação 26/04/2016 18h47

Foi a partir de um convênio assinado entre o curso de farmácia da Unimep e a Secretaria Municipal de Saúde, em 2010, que a Farmácia Regional do Cecap, localizada no bairro Cecap, a cerca de 19 quilômetros do Centro, se transformou em uma Farmácia Escola. Nela, semestralmente, cerca de 50 alunos do curso prestam um trabalho de atendimento completo à população. Eles fornecem informações sobre dosagens e horários dos medicamentos, dedicando atenção específica aos que necessitam. O intuito desse trabalho é colocar em prática o que os estudantes aprendem em sala de aula, ganhando experiência e conhecendo de perto a atividade do Sistema Único de Saúde (SUS). 

“É na prática que surgem as dúvidas e as situações difíceis. O paciente precisa de informação e é o nosso papel saber informar corretamente”, conta a estudante do 9º semestre, Mariley Conrado, 22. O foco do estágio é a dispensação de medicamentos, em que o aluno tem o contato com a pessoa para fazer a entrega com todas as recomendações necessárias para o uso correto. Nesse trabalho, eles são orientados à valorizar a comunicação com os pacientes. 


A equipe da Farmácia Escola do Cecap é composta por um professor supervisor de estágio, farmacêutico responsável, bolsistas e estagiários. Os remédios são distribuídos gratuitamente e toda a parte administrativa é feita pelo curso. Há mais de um ano esse projeto proporciona aos alunos a vivência de um trabalho na rede pública e aos usuários um atendimento de melhor qualidade. 

“É um ganho muito grande para todo mundo. Para nós e também para a população que passa a ter contato com um local diferente, um local de ensino e de formação, com uma rotina diferente para mostrar para as pessoas como deveria ser o ideal de atendimento” diz o professor supervisor de estágio, José Eduardo da Fonseca.


DIFERENCIAL

O número de atendimentos realizados pela Farmácia Escola do Cecap, atinge em média 300 pessoas por dia. Um dos casos de atendimentos diferenciados realizados pelos alunos é o do aposentado Manoel Messias Macedo, 61, morador do bairro São Francisco. Ele pega medicamentos sem os quais não pode viver. Hipertensão e complicações no estômago são alguns dos problemas de saúde que enfrenta. “vim tentar levar os remédios, porque faz dias que peguei a receita. Tomo um monte de remédios e não posso ficar sem. Eles são minha vida”, conta o morador.

Macedo não teve oportunidades de ir à escola, portanto, precisa de auxílio para conseguir tomar os medicamentos certos e cumprindo os horários. O atendimento especial que a equipe dedica às pessoas que necessitam de mais ajuda é um dos diferenciais. “Ele não sabe ler nem escrever, mas sabe que os remédios são importantes, então fizemos uns desenhos nas embalagens e explicamos para a neta dele para que ela possa administrar direitinho a medicação”, fala a estagiária Viviane Nunes Magno, 23, aluna do 5º semestre de farmácia. 


Texto: Elaine Pereira
Edição: Celiana Perina
Fotos: Fábio Mendes
Última atualização: 14/10/2011

registrado em: