Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Estudantes desenvolvem aplicativo e sistema web para a prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste

Estudantes desenvolvem aplicativo e sistema web para a prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste

por Angela Rodrigues publicado 19/12/2019 09h00, última modificação 19/12/2019 12h19

Os alunos do 7º e 8º semestre do curso de sistemas de informação e de tecnologia em redes de computadores da Unimep, desenvolveram desde fevereiro desse ano aplicativo para celular e sistema web para facilitar o processo de gestão da arborização urbana do município de Santa Bárbara d’Oeste, o “Arboriza SBO”.

Para cadastrar as árvores existentes em áreas urbanas no município, a Secretaria de Meio Ambiente de Santa Bárbara d’Oeste realiza o processo manualmente, com técnicos da Prefeitura que vão a campo e preenchem formulários. Após, ainda é preciso passar os dados para planilha, exportá-los para o sistema de geoprocessamento e, então, indicar a localização de cada árvore.

Com o objetivo de facilitar o trabalho realizado pela Secretaria, os alunos desenvolveram o aplicativo ArborizaSBO, partindo de entrevista aos usuários, definição do projeto, documentação do sistema, criação de banco de dados, codificação do sistema, instalação do sistema, treinamento e criação de manual sobre o produto que a Prefeitura do município poderá utilizar. Ao longo do trabalho, cada aluno desempenhou uma função específica no projeto.

O aplicativo mobile não necessita de internet para funcionar e reúne informações como nome popular e científico das plantas, origem e adequação ao local. A ferramenta utiliza localização através de GPS do celular para cadastras as coordenadas em que a arvore se encontra.

WEB – Já o sistema web foi desenvolvido pelos universitários para permitir o gerenciamento dos cadastros, para alterar e atualizar registros. Nele, também é possível visualizar a localização das árvores cadastradas no mapa do município e gerar relatórios. A população também pode se cadastrar no sistema por meio da funcionalidade “Disk Árvore”, com o objetivo de fornecer um meio de contato com o cidadão para solicitação de plantio de árvores. O sistema ainda disponibiliza informações relacionadas a leis na área da arborização urbana.

A dificuldade do processo manual foi observada pelo agrônomo Antonio Carlos Perecin e o biólogo Fábio Vicentin Diniz, funcionários da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, que contataram a coordenação do curso de sistemas de informação da Unimep e solicitaram auxílio para solucionar o problema.

EXPERIÊNCIA – De acordo com Hugo César Peressin, gerente do projeto e aluno no 8º semestre de sistemas de informação, o trabalho funcionou como síntese dos conhecimentos e aprendizados transmitidos nas graduações e trouxe novas perspectivas. “Durante o curso, principalmente nas disciplinas relacionadas à programação, são realizados diversos projetos que devem ser entregues e apresentados ao final dos semestres. Não são projetos no mesmo nível de complexidade que o ArborizaSBO, mas ainda assim abordam boa parte dos conceitos que utilizamos para sua construção. O que eu mais gostei desse projeto foi poder criar algo que de fato será utilizado por alguém. A relação entre cliente e "empresa" deu o toque a mais”, revela Hugo.

Ainda segundo o estudante, a principal dificuldade foi a organização da equipe. Já com a experiência, ele destacou que pode aprender sobre liderança, convivência e trabalho em equipe, características que considera fundamentais para a área de tecnologia da informação.

FORMAÇÃO – O trabalho foi desenvolvido na disciplina de estágio supervisionado 1 e 2, sob orientação do professor Luis André Claudiano. De acordo com o docente, foram diversas as ferramentas utilizadas para a elaboração do produto final. Dentre elas, estão o Astah, brModelo, Composer, GitLab, Heroku, Laravel, Php, PostgreSQL, Postman, Quasar, Visual Studio Code e Vue.js.

“O conhecimento adquirido na graduação foi amplamente utilizado, pois os alunos cursam as disciplinas de modo separado: engenharia de software, banco de dados, desenvolvimento web, desenvolvimento mobile, análise e projeto de software, dentre outras. No estágio, com a construção do aplicativo do princípio ao fim, os alunos vivenciam como cada uma das disciplinas cursadas se encaixam na prática e os preparam para o mercado de trabalho”, afirma Claudiano.

 

Texto: Daniela Borges
Fotos: Edson Rossini
Última atualização: 11/12/2019