Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Ex-aluno de psicologia relembra vivência como unimepiano

Ex-aluno de psicologia relembra vivência como unimepiano

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 22/01/2016 09h59, última modificação 26/04/2016 18h53

Um profissional multifacetado, envolvido com várias atividades em diversas áreas pode ser uma das definições aplicáveis a João Carlos Silva de Magalhães, graduado em psicologia pela Unimep em 2003. Mineiro nascido em Guaxupé, Magalhães reside há 18 anos em Piracicaba. É autônomo e presta serviços para várias empresas do município e da região para as quais planeja, desenvolve e implanta sistemas e departamentos de recursos humanos. “Faço recrutamento, seleção e treinamento de profissionais, desenvolvimento e implantação do departamento de RH, de acordo com a necessidade das empresas”, detalha ele, que também possui consultório.

Em visita ao campus Taquaral da Unimep, o profissional participou de bate papo com a equipe do Acontece Unimep e relembrou alguns momentos da trajetória como universitário. Acompanhe os principais trechos:

Acontece Unimep – Conte sobre a sua trajetória profissional?

João Carlos Silva de Magalhães – Depois que me formei, dei aulas em cursos técnicos e posteriormente para faculdades. Também prestei serviços como gestor de recursos humanos para várias empresas. Hoje, sou autônomo, tenho consultório e uma empresa em que presto serviços para outras instituições.

Acontece – Por que escolheu cursar psicologia?

Magalhães – Escolhi fazer algo que eu gosto e a psicologia é algo que gosto muito.

Acontece – Por que escolheu a Unimep?

Magalhães – Na época em que ingressei, em 1997, tinha uma amiga que estudava aqui. Quando vim conhecer a Unimep fiquei deslumbrado ao ver a estrutura da universidade, era um mundo novo para mim. Na época, a estrutura estudantil daqui me atraiu bastante.

Acontece – Do que mais sente saudades do período como aluno?

Magalhães – Desse meio universitário, de estar aqui. Até hoje, todos os anos, os amigos participam de encontros, não apenas os colegas de psicologia, mas de outros cursos também.

Acontece – O que é fundamental para ser um bom profissional?

Magalhães – Uma universidade com ensino de qualidade ajuda demais. Agora, o principal para a pessoa se realizar profissionalmente é que no momento da escolha da profissão, ela receba a ajuda familiar que eu tive. Meu pai, meu avô e minha mãe trabalham em áreas bem distintas da psicologia. Eles sempre me apoiaram e me disseram: faça o que você quiser. E eu escolhi fazer psicologia. Eles me ajudaram, muito, então, acho o apoio familiar é extremamente importante. O primordial é ter liberdade de escolher e ser assistido pelo grupo familiar. Eu tive esse privilégio e para mim, é uma honra poder voltar aqui. O que sou profissionalmente devo à Unimep e à minha família.

 

Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Edição: Celiana Perina
Última atualização: 22/01/2016

registrado em: