Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Exposição exibe esculturas em cerâmica no campus Taquaral

Exposição exibe esculturas em cerâmica no campus Taquaral

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 10/08/2013 16h29, última modificação 26/04/2016 18h50

“Não há nada mais maravilhoso na vida do que o próprio sentimento humano. A gente vive de sentimento”. São com essas palavras que a artista plástica Lucia Palmira de Toledo Portella, 57, descreve o que a inspira quando produz esculturas de cerâmica (argila queimada). Até o dia 16, ela irá expor suas criações no hall do prédio administrativo do campus Taquaral da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), sob o título “Manuscritos”. Com visitação gratuita, a iniciativa é aberta à comunidade de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 16h. 

A exposição reúne 15 esculturas de cerâmica, dentre inéditas e outras já apresentadas ao público. Todas têm como tema as formas remotas de comunicação, como cartas e papiros. A iniciativa é resultado de uma pesquisa desenvolvida pela artista sobre as formas de se expressar desde os tempos mais antigos. “Obras em cerâmica são pouco conhecidas no Brasil. Pode ser que o público se surpreenda ou até mesmo estranhe, já que me inspiro em obras estrangeiras”, afirma Lucia. Ela explica que irá expor também cartas em cerâmica criadas a partir da trajetória de sua própria vida, além de esculturas que representam papiros em branco e cartas rasgadas. “Cada obra será interpretada de um jeito, de acordo com cada observador. As esculturas podem transmitir muitos sentimentos. As que reproduzem cartas em branco, por exemplo, podem exprimir uma vida vazia, ou não”, detalha ela.

Estilo - Há três anos, a artista se dedica à arte conceitual, um estilo que, como o próprio nome sugere, valoriza o conceito das coisas, e não o resultado final, ou seja, os conceitos que as obras pretendem expressar. Nas cerâmicas de Lucia, esse conceito é unido à sua admiração pela arte e cultura oriental. Artistas como o ceramista Megumi Yuasa, de origem oriental, fazem parte de sua trajetória artística que começou em 1980.  

Unimep – Unimepiana, Lucia cursou licenciatura em ciências biológicas na instituição, em meados de 1980. No entanto, o amor pela arte a fez se dedicar exclusivamente ao ramo e por esse motivo, ela nunca exerceu a profissão na qual se graduou. Atualmente, ela dá aulas em seu próprio estúdio, o Ateliê Lucia Portella, mas sua ligação com a Unimep não foi rompida. Desde 1994, ela apresenta seu trabalho anualmente em exposições promovidas na universidade. 

ANOTE – “Manuscritos”, exposição da artista plástica Lucia Portella, no hall do prédio administrativo do campus Taquaral da Unimep. Visitas gratuitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados das 8h às 16h, até o dia 16 de agosto. Mais informações: (19) 3124-1512.


Texto: Larissa Molina
Fotos: Fábio Mendes
Edição de texto: Angela Rodrigues
Última atualização: 10/08/2013

registrado em: