Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Mestrando da Alemanha analisa tratamento de recursos hídricos

Mestrando da Alemanha analisa tratamento de recursos hídricos

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 01/09/2010 14h35, última modificação 26/04/2016 18h46

Recém-chegado ao Brasil, o mestrando da Universidade Nürtingen, da Alemanha, Philipp Riegger, 29, pretende contribuir com as pesquisas desenvolvidas na região de Santa Bárbara d´Oeste, no que se refere ao tratamento de recursos hídricos. Riegger permanecerá três meses no país graças ao convênio entre  a Unimep e o Instituto Fraunhofer de Biotecnologia e Engenharia de Interfaces (Institut für Grenzflächen und Bioverfahrenstechnik-IGB), da Alemanha, que desenvolve e pesquisa soluções nas áreas de saúde, meio ambiente e tecnologia.

O trabalho será acompanhado e coordenado por Natanael Macedo Jardim, coordenador do curso de arquitetura e urbanismo da Unimep. O  Instituto Fraunhofer atualmente mantém ações em parceria com a Unimep na área de tecnologia da manufatura, por meio do Laboratório de
Sistemas Computacionais para Projeto e Manufatura (SCPM), coordenado pelo professor Klaus Schützer. A vinda do estudante ao Brasil também foi possível por meio do trabalho de Schützer, que se empenhou em providenciar a documentação necessária para a estada de Riegger no país. 

Durante sua estada no Brasil, ele fará o levantamento de dados sobre as ações de tratamento de recursos hídricos num determinado local, além de estudos teóricos sobre as legislações e ações governamentais do Estado e região no segmento. O local que Riggier concentrará os estudos é em um trecho urbano do Ribeirão Quilombo, localizado na região central de Americana. “Pretendo verificar como os órgãos governamentais veem e agem com relação ao impacto degradatório deste setor ambiental, além do levantamento de informações técnicas urbanas e ambientais da área”, aponta o universitário.

Entre as ações planejadas para o trabalho, estão a descrição da área escolhida, entrevistas com profissionais que fazem a gestão da água, como os vinculados ao Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), além de outros órgãos administrativos do Estado de São Paulo. Além disso, Riggier também analisará os procedimentos técnicos e licitações para tratamento de água.

IMPRESSÕES 

Nascido em Stuttgart, é a primeira vez que Riegger vem ao Brasil. Antes de conhecer o país, ele já participou de estágios na Espanha, em 2007. A primeira impressão que o aluno teve ao chegar, foi a de que as pessoas que conheceu são mais alegres e positivas, se comparadas aos alemães. “As pessoas são bem amigáveis, procuram me entender e se esforçam para que eu também consiga entendê-las”. Em relação ao campus Santa Bárbara, afirmou ser um “local muito verde”. Além do idioma alemão, Riggier também se comunica em inglês e já afirma entender algumas palavras e expressões em português. O estudante ficará hospedado em uma república de alunos do campus Santa Bárbara d´Oeste da Unimep. 


Edição e texto: Assessoria de Comunicação e Imprensa 
Foto: Fábio Mendes
Última atualização: 01/09/2010

registrado em: