Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Pioneirismo e intercâmbios diferenciam negócios internacionais

Pioneirismo e intercâmbios diferenciam negócios internacionais

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 17/04/2013 17h24, última modificação 26/04/2016 18h49

O ano de 2013 é especial para o curso de graduação em negócios internacionais da Unimep. O motivo é a celebração dos 15 anos de oferecimento dessa área na universidade. O curso teve início como graduação de administração com habilitação em gestão de negócios internacionais. Em 2007, conforme a legislação do MEC, passou a ser nomeada como curso de negócios internacionais. No entanto, o pioneirismo não é o único diferencial da graduação. Os docentes apontam também o oferecimento de intercâmbios e semanas de estudo no exterior. Já para os alunos estão a proximidade entre alunos e professores, além de a abrangência no conteúdo disciplinar do projeto acadêmico. Além disso, a graduação recebeu o conceito 4 pelo MEC, numa escala que vai de 1 a 5 e, no ano de 2006, o prêmio de \"5 estrelas\" pelo Guia de Estudantes, uma publicação da Editora Abril que auxilia na avaliação das instituições de ensino superior.

Conteúdo – A docente e coordenadora da graduação, Regina Simões (foto acima com aluno), destaca que as oportunidades de intercâmbio são voltadas para alunos já a partir do 4º semestre, para países como Argentina, Estados Unidos, Japão e México. A iniciativa ocorre em parceria com a Assessoria para Assuntos Internacionais da instituição. Na semana de estudos no exterior, os estudantes participam de visitas técnicas a empresas, portos e aeroportos, além de aulas, simulações e palestras e o contato com a cultura local dos países visitados. “Nesses eventos, o certificado de participação é emitido pela universidade do exterior, e se configura em um grande diferencial em termos de empregabilidade”, pontua ela. De acordo com Regina, o curso conta também com uma revista de negócios internacionais, reconhecida pela academia, na qual são publicados artigos produzidos pelos próprios alunos. Além das salas de aula, o projeto pedagógico inclui atividades nos laboratórios de línguas e de informática.

Escolhas – Foram esses fatores aliados ao objetivo de um dia estudar na Unimep que trouxeram o universitário Bruno Molinari Hebling, 23, à instituição. Aluno do 7º semestre de negócios internacionais, ele considera a graduação bastante diferenciada. “É um curso acolhedor e em relação às matérias, bem miscigenado e abrangente, além do fato de os professores ajudarem nas nossas decisões”, afirma o estudante. Para Joyce Nicolle Crespio, 21, também do 7º semestre e que sempre gostou da área, o curso oferece disciplinas interessantes e que englobam outros segmentos, além do foco exportações e importações. Para ela, isso possibilita uma visão mais geral do mundo. “Atualmente, faço estágio em uma empresa e o curso ajudou bastante na rotina de trabalho. Quando comecei, a base que usei no trabalho foi a que recebi na Unimep”, conta ela. Para Cynthia Sant´Anna, 23, do 7º semestre, foram as disciplinas que influenciaram sua escolha. “Fiz pesquisa, mas no fim achei que seria mais interessante cursar negócios internacionais. Dei uma olhada na matriz curricular e vi disciplinas que me interessaram”, afirma. “Por exemplo, na área de intercâmbios, há a disciplina projeto de exportação” conta a universitária, que tem planos de ingressar em uma multinacional, após concluir a graduação.

Mercado – O mercado de trabalho para o profissional é amplo. De acordo com a coordenadora, há possibilidade de atuação nos mais diversos segmentos, desde pequenas, micros e médias empresas até grandes corporações. “O momento é propício porque as exportações brasileiras estão crescendo muito e Piracicaba é considerada a sétima região do Estado de SP dentre as que mais exportam. Em nossa região, estão reunidas as quatro maiores empresas exportadoras do estado: Caterpillar, CJ, Raizen e NG Metalúrgica. Devido a esse perfil, há um alto grau de empregabilidade”, afirma a coordenadora. Graduado em negócios internacionais em 2006, Luigino Rigitano (foto à direita), 37, está há 13 anos na empresa Holding Quadix, na qual atua como diretor de vendas. Ele escolheu o curso por já atuar com vários parceiros internacionais nos negócios e com o objetivo de obter conhecimentos técnicos e aprofundamento de gestão administrativa. “Todo o conhecimento adquirido não somente solidificou a posição profissional que assumi perante o grupo empresarial, bem como trouxe muito valor em mudanças promovidas na organização em função do novo conhecimento. O formato e a grade do curso possibilitam um entendimento global e estruturado para o profissional da área se posicionar de maneira muito eficiente. Outro fator chave foi a abordagem em relação a fatores culturais, socioeconômicos e legais em relação ao comercio internacional”, afirma o unimepiano.

Pós-graduação – Além dessa graduação, outros cursos compõem a área de NI na Unimep. Também são oferecidos o curso de relações internacionais, a graduação tecnológica de comércio exterior, e na pós-graduação, o MBA em negócios internacionais e comércio exterior.

Confira mais imagens de alunos e professores entrevistados no link: http://on.fb.me/18Lizwm

Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Última atualização: 17/04/2013

registrado em: