Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Projetos de docentes são apresentados em conferência internacional

Projetos de docentes são apresentados em conferência internacional

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 20/05/2013 15h48, última modificação 26/04/2016 18h49

Os professores Adeilton Fernandes (foto ao lado), Alexandre Simon, Carlos Lima e Renato Luis Garrido Monaro, da Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo (Feau) da Unimep, terão projetos de pesquisa apresentados durante a 46ª Conference on Manufacturing System (conferência de sistemas de manufaturas), a ser promovido em Setúbal, Portugal, de 29 a 31 de maio. Os trabalhos serão expostos por Monaro, que representará a universidade no evento internacional, voltado a pesquisadores de várias partes do mundo. Após a conferência, os projetos também serão publicados.

Biocombustível – De autoria dos docentes Fernandes, Simon e Lima, o projeto Análise do Desempenho de Motor Diesel com a Utilização de Biocombustível Obtido a Partir do Reuso de Óleo Vegetal foi desenvolvido ao longo de dois anos. A pesquisa surgiu com o objetivo de avaliar o desempenho técnico e ambiental de um motor de combustão de ciclo diesel com o uso de biodiesel originado de óleo de cozinha. Fernandes conta que a ideia foi utilizar um biocombustível com uma sustentabilidade maior, visando o atual mercado sustentável. “O intuito foi possibilitar uma utilização para o óleo de cozinha. Sabemos que um litro de óleo de cozinha pode contaminar 20 mil litros de água, ou seja, um volume muito grande. É difícil fazer a retirada desse óleo da água. Em função disso, surgiu a ideia de trabalhar com esse biodiesel. Atualmente, no mercado já existe porcentagens de biodiesel adicionada ao diesel comercial, mas não de origem de óleo de cozinha”, conta ele. O passo seguinte foi realizar, na universidade, uma coleta de óleo de cozinha utilizado. Todo o material recebido passou por um tratamento para a canalização e transformação em um diesel próprio para uso nos motores. Após os testes, os resultados foram satisfatórios, conta o docente. “Avaliamos os aspectos técnicos e ambientais: os técnicos apresentaram ótimos ganhos no sentido de que empatamos o desempenho do biodiesel em comparação com o diesel comercial Já na questão ambiental, analisamos três principais gases: o monóxido de carbono, dióxido de carbono e o óxido de carboneto e também tivemos ganhos, já que houve, em média, de 50 a 60% de redução de emissão de gases”, aponta ele.

Sobre a possibilidade de inserção desse biodiesel no mercado, Fernandes conta que a proposta é incentivar os órgãos governamentais, uma vez que há outros pesquisadores que buscam um meio de viabilizá-lo.

Máquinas
– Também aprovado para apresentação na conferência, o projeto de Monaro (foto à direita), docente do curso de engenharia de produção e doutorando na mesma área pela Unimep, teve a orientação do professor André Helleno e colaboração de Klaus Schützer, coordenador do Laboratório de Sistemas Computacionais para Projeto e Manufatura da Unimep (SCPM). Intitulado Avaliação do Comportamento Dinâmico de Máquinas-Ferramentas Voltadas para a Manufatura de Superfícies Complexas, o tema do projeto surgiu ainda na graduação, por meio da iniciação científica, e também foi objeto de estudo da dissertação de mestrado do docente. Segundo afirma ele, o objetivo foi o de identificar os fatores do comportamento de máquinas que influenciam o resultado geral do processo de usinagem. Na prática, as diferenças de tempo  existentes nessa etapa, além de resultar em custos maiores, fazem com que a otimização do processo não alcance níveis de excelência. 

Ele acrescenta também que no processo de fabricação de moldes e matrizes, há uma demanda por atualizações devido ao longo tempo deste processo e de sua importância no setor de manufatura. “Nos últimos anos, para atender este setor do mercado, inúmeras pesquisas têm sido desenvolvidas. Porém, apesar das recentes inovações tecnológicas, tais como desenvolvimento de ferramentas, máquinas-ferramentas e diferentes formas de simulações, a etapa de usinagem ainda representa um grande gargalo no fluxo deste processo”, destaca.  Sobre o resultado do estudo, Monaro destaca que “é possível uma avaliação experimental das relações entre a velocidade de avanço programada para a trajetória da ferramenta e os erros dinâmicos, tornando-se um importante fator de decisão na escolha da melhor estratégia de usinagem e um melhor planejamento do processo produtivo nas indústrias de moldes e matrizes”.

Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Última atualização: 17/05/2013

 

registrado em: