Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Teatro, música e homenagens: 30 anos de cultura na Unimep

Teatro, música e homenagens: 30 anos de cultura na Unimep

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 29/03/2010 14h37, última modificação 26/04/2016 18h46

Festejar a cultura com cultura. A idéia norteou a comemoração dos 30 anos de atividades culturais da Unimep, ocorrida na noite do último sábado, 27. As cerca de 300 pessoas que estiveram presentes no Teatro Unimep puderam conferir apresentações dos integrantes dos grupos de teatro e coral da Unimep e acompanhar as homenagens prestadas aos integrantes atuais, veteranos e demais colaboradores da trajetória do Núcleo Universitário de Cultura (NUC) da universidade. 


Na celebração, foram homenageados os ex-reitores da Unimep Elias Boaventura, Almir de Souza Maia e Gustavo Jacques Dias Alvim, e também o maestro Umberto Cantoni, regente do primeiro grupo de coral implantado na universidade, em 1980, entre outros.

O espetáculo teve início com cenas teatrais apresentadas por integrantes dos grupos de teatro dos campi universitários, encenadas do meio da plateia. Na sequencia, foi exibida no telão do palco uma gravação com a fala do atual reitor da instituição Clovis Pinto de Castro, sobre a celebração. Castro destacou a importância que o NUC representa para a Unimep e também para a cidade e região. 

“As iniciativas culturais do NUC extrapolam os limites da Unimep e algumas têm alcance até mesmo internacional. Os integrantes que passaram pelo setor e também os que hoje o integram ajudaram e ajudam a construir a memória cultural de Piracicaba e região”, afirmou. 

RISOS E HOMENAGENS


Após a palavra do reverendo Nilson da Silva Júnior, da Pastoral Universitária, foi a vez do coral  regido pela maestrina Joanice Casemiro encantar os presentes. Em seguida, a coordenadora do NUC Joceli Lazier destacou alguns momentos da trajetória do setor por meio de objetos significativos à sua história como um livro, um CD e uma máscara de teatro. Na sequência, foram promovidas as homenagens e os agradecimentos a todos os que ajudaram a construir a história do NUC.

Na ocasião, foram retomadas cenas teatrais de peças conhecidas do público, seguida de canções,  como \"Carinhoso\", de Pixinguinha e João de Barro, e \"Guantanamera\", de José Marti e Josito Fernandez. Nesse momento, o maestro Cantoni foi convidado a subir ao palco e reger uma música. Cantoni improvisou um baião com o público. Ao final, um divertido apelo, em favor da música brasileira de qualidade, feito pelos integrantes dos grupos teatrais chamou a atenção para as atuais músicas nacionais que caem no gosto do público e vão na contramão da criatividade e do bom gosto. 

Os veteranos e os atuais integrantes dos grupos de teatro e corais foram homenageados durante as comemorações. 



Edição: Celiana Perina
Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Última atualização: 29/03/2010

Assessoria de Comunicação e Imprensa

registrado em: