Você está aqui: Página Inicial / Notícias / TV Unimep: 20 anos de histórias e registros sobre o dia a dia da universidade

TV Unimep: 20 anos de histórias e registros sobre o dia a dia da universidade

por Angela Rodrigues publicado 20/01/2019 05h00, última modificação 23/01/2019 20h20

Muitas histórias e transformações marcam os 20 anos da TV Unimep. Criada no ano de 1998, a emissora universitária tem como principal proposta a de apresentar aos espectadores os principais acontecimentos ocorridos nos campi da universidade, aproximar a comunidade da ciência produzida pela academia e de conteúdos educativos, além de valorizar a cultura local. Transmitida no canal 13 da NET, a TV Unimep disponibiliza também o conteúdo da programação em mídias sociais, como no Youtube: https://www.youtube.com/user/TVUNIMEP  

Atualmente, a programação inclui mais de 15 programas relacionados a áreas distintas do conhecimento, projetos acadêmicos e de extensão, produções desenvolvidas em parceria com alunos de distintos cursos, dentre outros que contemplam o dia a dia da universidade. No portal https://bit.ly/2rLEvY3, é possível conferir a relação dos programas produzidos pela equipe e exibidos no canal.

A emissora é coordenada pela jornalista Danielle Moura, que ingressou na TV em 2009, como bolsista. Com a conclusão da graduação em jornalismo na Unimep, em 2010, ela deixou a equipe e começou a atuar em outra emissora da cidade. “Já em maio de 2011, com a abertura de uma vaga, tive a oportunidade de retornar. Ainda neste ano, assumi interinamente a coordenação. Em 2012, fui efetivada e me encontro na função até hoje. Pude me qualificar e amadurecer profissionalmente junto à TV Unimep. Brinco que nos desenvolvemos juntas, e não à toa, tenho um carinho muito grande por este espaço, que supera os laços profissionais”, conta ela.

Em entrevista à equipe do Acontece Unimep, Danielle destaca as principais transformações da emissora ao longo dos últimos anos, bem como a sua ligação com o canal. Confira os melhores trechos da entrevista:

Acontece Unimep – Quais foram as principais transformações da TV Unimep ao longo desses 20 anos?
Danielle Moura – Foram muitas as transformações, a começar pelo amadurecimento da TV enquanto emissora universitária. A Unimep começou a desenvolver o projeto, tão logo a lei do cabo foi aprovada, em 1995. Foram anos de conversas com outras instituições de ensino superior da cidade e de pesquisas referentes a equipamentos adequados para que as transmissões tivessem início. Desde então, foram inúmeros desafios e conquistas. A começar pelo que se entendia e se esperava de uma TV universitária. Desde o seu início, a TV Unimep priorizou o tripé: educação, informação e cultura. Temos um papel e produções diferentes de uma emissora comercial. Acreditamos que investir na cidadania e transmissão do conhecimento nos traz um retorno muito mais duradouro e concreto que qualquer retorno financeiro. Somos uma emissora do campo público com todas as suas limitações e dificuldades, que não atua como uma assessoria de imprensa da instituição, com um legado construído logo em seu início, que guia as produções e valores até os dias de hoje.  Mudam-se as tecnologias, os profissionais que se aperfeiçoaram neste espaço e alçaram projetos maiores, mas a essência se mantém. Hoje, conquistamos nosso espaço e reconhecimento em Piracicaba e região, com produções vistas em todo mundo, graças à internet. Podemos transmitir nossas produções em rede nacional, graças a parcerias com o Canal Futura e TV Cultura. Somos procurados para desenvolver projetos com grandes empresas em nosso município. Nos atualizamos em congressos, seminários e exposições, com o objetivo de sempre nos reinventarmos e melhorarmos a nossa prática. A meta da TV Unimep mesmo há duas décadas, sempre foi crescer e se desenvolver cada vez mais, e este é o nosso objetivo. 

Acontece – Considerando o universo digital em que estamos, quais serão os principais desafios para a TV Unimep nos próximos anos?
Danielle – Com o advento das tecnologias de informação e comunicação (TICs), vivemos conectados e rodeados por várias telas. Utilizamos a internet a nosso favor, aumentando nosso alcance de espectadores e desenvolvendo produções específicas que contemplem este espaço. Não enxergo o fenômeno das redes como grande concorrente, pois não vislumbro o fim das emissoras de TV. Acredito que o maior desafio seja mesmo se manter atualizado com relação à equipamentos (estrutura) e linguagens audiovisuais.

Acontece – Qual foi a reportagem, programa ou momento mais especial de sua trajetória como coordenadora e apresentadora da TV Unimep?
Danielle – Ser jornalista nos permite circular por muitos espaços e conhecer muitas pessoas. Nestes quase 10 anos, são inúmeras histórias e momentos. É estar na cidade de São José do Rio Preto, fazendo uma cobertura para o Canal Futura e no outro, acompanhando o professor da casa, prof. Paulo Affonso Leme Machado, em São Paulo, recebendo uma grande honraria francesa. Destaco o programa Pensando Educação, onde pude conhecer muitos profissionais que fazem a diferença e transformam vidas através da educação em nosso município. Na cobertura dos projetos de extensão, era impossível manter-se distante e não se envolver na realização das atividades. Em especial, destaco a visita dos internos da Fundação Casa à TV Unimep. Aqui, apresentamos o espaço e como funciona a rotina de uma emissora de televisão. Posteriormente, fizemos uma reportagem sobre as expectativas dos internos para realização das provas do Enem. Foram momentos marcantes e que nos fazem enxergar a realidade de outra maneira.

 

Texto e entrevista: Assessoria de Comunicação e Imprensa Unimep
Foto: acervo equipe TV Unimep
Última atualização: 20/12/2018