Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Unimep é a mais lembrada e conquista 10º Top of Mind

Unimep é a mais lembrada e conquista 10º Top of Mind

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 24/05/2013 15h45, última modificação 26/04/2016 18h49

A Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) conquistou, pelo décimo ano consecutivo, o prêmio Top of Mind - Marcas de Sucesso, promovido pelo jornal Gazeta de Piracicaba e Instituto CW7. A universidade foi a instituição de ensino superior mais lembrada dentre os 1.000 participantes da pesquisa. Desse total, 49,4% dos entrevistados respondeu Unimep quando questionados sobre qual o primeiro nome que lhe vinha à memória em relação a universidades e faculdades. A segunda colocada alcançou 27,7% das respostas válidas.

A Unimep conquistou a 1ª colocação desde a primeira edição da pesquisa, promovida em 2003. Para o reitor, o professor Gustavo Jacques Dias Alvim, a conquista é resultado do oferecimento de uma educação de qualidade nos campos da graduação, da pós-graduação, nos cursos in company e de capacitação profissional. “Além disso, também é preciso estar sempre atento às novas tendências e tecnologias e fortalecer a aproximação da Unimep com a comunidade; iniciativa que já ocorre por meio da prestação de serviços e atendimentos, como os realizados nas áreas de saúde, humanas e direito, dentre outras. Essa aproximação inclui igualmente a parceria com empresas e uma inserção cada vez maior em convênios com instituições nacionais e internacionais”, destaca ele. Atualmente, a Unimep mantém parcerias e intercâmbios com instituições de 25 países, além de oferecer oportunidades de estágio e inserção no mercado de trabalho, desenvolvimento de pesquisa e produção do conhecimento, programas de responsabilidade social, que beneficiam centenas de universitários.

Pesquisa – Desenvolvida pelo Instituto CW7 juntamente com a Gazeta de Piracicaba, entre os dias 4 e 15 de abril, a pesquisa entrevistou 1.000 piracicabanos, acima de 16 anos, residentes em mais de 60 bairros e pertencentes a distintos níveis de renda econômica e idade. As entrevistas foram aplicadas pessoalmente por dez pesquisadores e dois supervisores, em domicílios, com a aplicação de um questionário padrão, com perguntas como: “Quando falo em (segmento), qual o primeiro nome que lhe vem à cabeça?”. O entrevistado tinha até três segundos para responder o primeiro nome lembrado. 

A pesquisa está pautada em critérios definidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e em considerações estatísticas do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Iplap).

 
Texto: Assessoria de Comunicação e Imprensa
Fotos: Fábio Mendes
Edição de texto: Angela Rodrigues
Última atualização: 24/05/2013

registrado em: