Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Unimep: mais de 54 mil graduados em 40 anos

Unimep: mais de 54 mil graduados em 40 anos

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 23/09/2015 11h24, última modificação 26/04/2016 18h52

Ao longo de 40 anos como universidade, mais de 54 mil alunos se formaram na Unimep. O resultado é superior ou igual ao número de habitantes de muitos municípios brasileiros, a exemplo das cidades de Rio Bonito (RJ), Mirassol (SP) ou Frutal (MG). Se incluirmos nessa conta os alunos graduados desde a criação da instituição no ano de 1964, há exatos 51 anos, esse número aumenta para 56.895 profissionais. Portanto, muitas pessoas que já passaram pela instituição tiveram suas vidas impactadas por ela.  

Pode-se dizer que essa é uma das contribuições da Unimep à educação nacional ao longo desses 40 anos, mas não é a única. O reitor, prof. Gustavo Jacques Dias Alvim, que possui a trajetória profissional ligada à instituição desde a criação das primeiras faculdades, conta que a sua implantação dividiu a história de Piracicaba e da região em dois períodos: o antes e o depois da Unimep.

“Difícil é descrever e comparar, em tão curto espaço, tudo o que aconteceu desde a instalação da instituição, mas podemos imaginar a transformação que provocou, em poucos anos, numa cidade provinciana e pacata, então carecedora de cursos de nível superior. A qualidade e a diversidade de seus cursos, que propiciaram a formação de profissionais qualificados em diferentes áreas, não só elevaram os padrões de diversos setores da vida econômica (indústria, comércio, serviços, agricultura, profissões liberais, dentre outras), como também atraíram novos empreendimentos de grande, médio e pequeno portes, elevaram a renda “per capita” e aumentaram as oportunidades de emprego”, afirma o reitor.

HISTÓRIA

O processo de reconhecimento da Unimep como universidade teve início em 1973, a partir do preparo de toda a documentação necessária a ser enviada ao Conselho Federal, órgão do MEC, no ano seguinte. No entanto, esse processo se perdeu e a equipe que atuava na Reitoria na época teve de preparar toda a documentação e elaborar novo processo. Dessa vez, eles foram pessoalmente a Brasília para acompanhar o andamento da ação. No dia 10 de outubro de 1975, o reconhecimento foi divulgado pelo MEC. Apesar de ser reconhecida naquele ano, a universidade aplicou o primeiro vestibular em abril de 1964. Os primeiros cursos superiores instalados foram economia, contábeis e administração.

O reitor, prof. Gustavo Alvim, possui lembranças que vão além dos últimos 40 anos e marcam o seu vínculo com a universidade desde o ano em que os primeiros cursos foram criados. Ele conta que são muitas as histórias significativas que se relacionam com a sua trajetória nas últimas quatro décadas. “Posso citar o fato de, ainda muito jovem, ter tido a oportunidade de ocupar a direção da sua primeira faculdade e simultaneamente lecionar nela durante alguns anos, antes de ocupar cargos no Conselho Diretor, e, posteriormente exercer a Vice-reitoria administrativa e também a Reitoria. O privilégio de ter tido longa vivência na universidade propiciou-me assistir ao seu crescimento e participar do  seu exuberante desenvolvimento, bem como da formulação de suas políticas, da formação de seu qualificado quadro docente, além de poder acompanhar a construção de seus cativantes campi, desde os alicerces”, destaca.

Para comemorar os 40 anos de reconhecimento da Unimep como universidade, as equipes de vários setores acadêmicos e administrativos dos quatro campi organizam eventos especiais para celebrar a data. São aulas abertas, solenidades, palestras e outras iniciativas, a serem realizadas nos quatro campi. Confira a programação completa aqui.





Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Bob Calligaris
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização:  24/09/2015

 

registrado em: