Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Unimep oferece atividades especiais e benefícios aos mais experientes

Unimep oferece atividades especiais e benefícios aos mais experientes

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 06/01/2016 11h04, última modificação 26/04/2016 18h53

Se a vida começa aos 40, como diz o ditado, pessoas com 50 anos ou mais contam com um universo a descobrir e muito a aprender. Várias dessas oportunidades são encontradas na Unimep, por meio do programa Universidade Aberta à Terceira Idade. Segundo conta a coordenadora do programa, Elisângela Corte Real, o setor mantém dois programas. O primeiro é de incentivo à maturidade e oferece descontos especiais de 20%, 50% e 70%, de acordo com a faixa etária, nas mensalidades de distintos cursos de graduação. Já o segundo programa consiste no grupo da Terceira Idade da universidade, que oferece encontros semanais e gratuitos, sempre às terças-feiras, das 14h30 às 16h30.

Os encontros consistem em palestras, workshops, oficinas, atividades em laboratórios, rodas de conversas, exibição de documentários e filmes, passeios culturais ou de lazer e eventos externos direcionados aos mais experientes.

As iniciativas ocorrem em locais distintos do campus Taquaral. Uma das participantes é Maria Tereza Matarazzo, de 63 anos e que há dois frequenta as atividades do grupo. Ela conta que não falta perde nenhuma dos encontros promovidos pelo programa. “Gosto de todas as atividades do grupo. Acho que o principal benefício é que podemos conhecer outras pessoas e interagir. Sempre há muita coisa a aprender”, afirma ela.

ATIVIDADES SEMANAIS

Atualmente, o grupo que participa das atividades semanais no Taquaral conta com 20 pessoas, com idades diversificadas. “Temos participantes na faixa dos 50 aos 80 anos, mas a maior parte se encontra na faixa dos 60 anos”, conta Elisângela. Para a coordenadora, os principais benefícios oferecidos aos participantes são as informações e os conhecimentos adquiridos, que permitem a reflexão de pontos de vistas diferentes sobre o cotidiano em que vivem.

“Assim, podem fazer escolhas conscientes para auxiliar na qualidade de vida. A socialização e a união também estão bem presentes”, destaca ela.

Dentre as novidades do programa para 2016, estão projetos para desenvolvimento de atividades em novos laboratórios, como a cozinha experimental no campus Taquaral, e a criação de um grupo da Terceira Idade, no campus Santa Bárbara d’Oeste.

 

Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes/acervo pessoal
Edição e Coordenação: Celiana Perina
Última atualização:  06/01/2016

registrado em: