Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Unimepiana de Santa Bárbara d'Oeste sonha em se tornar atleta após concluir a graduação

Unimepiana de Santa Bárbara d'Oeste sonha em se tornar atleta após concluir a graduação

por Angela Rodrigues publicado 01/09/2017 05h00, última modificação 01/09/2017 14h58
Aluna do curso de arquitetura e urbanismo da Unimep planeja utilizar a formação para se transformer em jogadora profissional de tênis de mesa.

Para muitos, o curso de graduação é um sonho a ser realizado. Para outros, é a ponte para outros sonhos. Esse é o caso de Stella Alves, estudante do 8º semestre do curso de arquitetura e urbanismo da Unimep, que planeja utilizar a formação para atingir outro sonho: ser jogadora profissional de tênis de mesa. A jovem é pragmática: “Pretendo me formar e atuar na área para me sustentar financeiramente. Fazendo isso, não vou depender tanto de patrocínio para me tornar atleta de alto nível”.

No mundo do esporte, a estudante já começou a dar os primeiros passos. Foi campeã da categoria adulto da 3ª etapa do Torneio do Ranking da Federação Paulista de Tênis de Mesa, espécie de campeonato estadual da modalidade. Já no campeonato nacional, a Copa do Brasil Sul-Sudeste de Tênis de Mesa, ela conquistou o bronze na categoria “Rating I”. Além disso, também conquistou o 2º lugar da classificação geral no feminino livre da 61ª edição dos Jogos Regionais em Americana. Segundo ela, as conquistas são apenas o começo. Confira mais detalhes sobre a trajetória e os planos da universitária:

Acontece Unimep – Você gosta de ajudar as pessoas com o seu trabalho. Já teve a oportunidade de fazer isso por meio da Unimep?

Stella – No meu primeiro ano na faculdade, fui convidada pela equipe da Pastoral Universitária para participar de uma semana de trabalho voluntário. Mas não pude porque coincidia com datas de treinos e campeonatos. É sempre um dilema. Acho bem legal as iniciativas da Unimep e sempre apoio quem participa.

Acontece Unimep – O que te levou a praticar tênis de mesa? 

Stella – Comecei a jogar com 12 anos. Parei aos 16, para focar nos estudos e outras atividades. Com 20 anos, em 2015, voltei a treinar a convite do meu antigo técnico para participar dos Jogos Regionais. Mesmo assim, não levava muito a sério. No ano seguinte, assisti uma palestra do meu técnico em que ele disse: “Se você se dispõe a fazer alguma coisa, faça bem feito”. Foi aí que decidi voltar a treinar a sério, investindo em treinamentos e campeonatos.

Acontece Unimep – O que significou participar da Copa do Brasil de Tênis de Mesa?

Stella – Foi meu primeiro campeonato nacional. O resultado foi muito bom, mas ainda não estou satisfeita, quero trazer o ouro para casa! Pretendo não só participar de outros campeonatos, mas melhorar a minha técnica e treinar cada vez mais. Quero honrar todos que investem em mim e me apoiam.

Acontece Unimep – Gostaria de dar dicas para alunos que também conciliam a universidade com as práticas esportivas?

Stella – Meu único conselho é: não desistam. Sei que é difícil conciliar as coisas, mas se é um sonho vale a pena. Faça as coisas com amor e dedicação que os resultados começarão a aparecer. 

 

Entrevista e texto: Pedro Spadoni
Edição e coordenação: Celiana Perina
Fotos: acervo pessoal
Última atualização: 25/08/2017