Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Unimepiano conta experiências com projeto musical gravado em 18 países

Unimepiano conta experiências com projeto musical gravado em 18 países

por Universidade Metodista de Piracicaba — publicado 03/09/2015 12h51, última modificação 26/04/2016 18h52

Chegar ao Reino Unido em uma quarta-feira de verão, estação marcada por temperaturas que variam entre 9°C a 18°C e com longos dias ensolarados e tempestades ocasionais. Essa foi uma das recentes experiências vividas pela dupla Leo Longo, ex-aluno de rádio e TV da Unimep, e sua assistente e produtora Diana Boccara no início de agosto. Eles permaneceram  o mês de agosto no país para a gravação de quatro clipes produzidos entre as cidades de Londres, Sheffield e Edimburgo. Longo é o idealizador do projeto “Around the World in 80 Music Videos” (Volta ao Mundo em 80 Videoclipes). Por meio do projeto, a dupla irá viajar por 18 países, gravando clipes com 80 bandas e cantores. Os vídeos são publicados, junto com a série que mostra os bastidores da produção, toda segunda-feira, no site  www.youtube.com/AroundtheWorldin80MusicVideos. O projeto, sem fins lucrativos, é uma parceria entre grandes bandas e a dupla.

O profissional conta que 25% do projeto já está concluído. Eles já passaram por Portugal, onde gravaram quatro clipes; pela França, local em que produziram três clipes; Itália, um clipe; Alemanha, onde gravaram três clipes, além do Brasil, país no qual o projeto teve início com a participação de 10 bandas nacionais.

As experiências vividas até o momento, tanto as pessoais quanto as profissionais, foram suficientes para que Longo e Diana repensassem vários temas. “Antes de tudo, este é um projeto que tenta repensar a forma como se produz arte e audiovisual no mundo. É baseado no colaborativismo, onde convidamos bandas para participar e eles aceitam se gostam dos nossos princípios e da nossa proposta de inovação. Além disso, almeja mostrar que a sociedade atual precisa refletir sobre a forma como se vive. Neste projeto, temos recursos suficientes para comer, dormir e se transportar. E é isso! ”, afirma ele.

Longo conta que há muitos desafios a serem superados pelo caminho. O tempo é um deles. “Como somos só Diana e eu, temos que saber exatamente como manejar nosso processo. Tivemos uma experiência legal com a banda francesa Moriarty. Tentamos de todas as formas convidá-los pra participar, mas nunca conseguíamos ter o retorno positivo. Por uma coincidência, acabamos indo a um bar e conhecendo uma das melhores amigas de um dos integrantes. Contamos nossa história e ela disse: “O projeto é incrível. Vou ajudar vocês a chegar até eles”. Foi assim que chegamos lá!

Conversando com a banda, eles disseram: “Nós só temos agenda para gravar um clipe daqui 2 semanas, quando iremos fazer um show no sul da França” (estávamos em Paris). Respondemos que não teria problema. Mas veio a última notícia: “Vocês só têm 40 minutos pra gravar, entre nossa passagem de som e o show”. Me fala como é que dá pra gravar um videoclipe em plano sequência, pensar em roteiro, ensaiar, ter a luz perfeita, entrar em sintonia com o artista, etc e tal, em 40 minutos? Fomos, fizemos e ficou incrível. Clipe mágico esse!”, conta o produtor sobre uma das experiências mais marcantes.


Texto: Angela Rodrigues
Fotos: acervo pessoal
Coordenação/edição de texto: Celiana Perina
Última atualização: 03/09/2015

registrado em: