Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Universitário de educação física e lutador de kickboxing conquista título no México

Universitário de educação física e lutador de kickboxing conquista título no México

por Angela Rodrigues publicado 01/12/2016 05h00, última modificação 19/12/2016 12h11

Prosseguir com as lutas internacionais é um dos principais objetivos de João Paulo Sacomano Leibholz, aluno de educação física da Unimep e lutador de kickboxing, para o próximo semestre. Ele conquistou o título de campeão na modalidade full contact (até 60 kg) faixa preta no 9º Campeonato Pan-Americano de Kickgboxing, realizado em Cancun, México. Pela vitória, ele levou o cinturão do torneio.

Foi a primeira vez que o unimepiano, que acumula títulos como os de campeão paulista e brasileiro, participou desse campeonato. Nele, Leibholz disputou as lutas semifinal e final, em que venceu um adversário da Argentina.

A atuação de João Paulo como lutador teve início com o muay thai. “Migrei para o kickboxing e comecei nas disputas em 2012. Entrei no lugar de um amigo que na época se machucou e o substitui na última hora”, conta.

Títulos

Dentre os principais títulos já conquistados por Leibholz estão os de campeão paulista em 2012 e 2013; campeão brasileiro em 2012; vice-campeão brasileiro em 2013; vice-campeão da Copa do Brasil, em 2013 e 2015, e vice-campeão sul americano no Chile, em 2015. Em 2016, em que retornou às competições após um ano, ele teve várias conquistas: 3º colocado da Copa Tatame; campeão paulista; campeão brasileiro; campeão do Pacífico Open, torneio realizado no Equador, e o título de campeão pan-americano obtido no México.

Para conciliar os estudos com o esporte, Leibholz vive uma maratona de compromissos. Ao longo do semestre letivo, ele passa as manhãs na Unimep, onde estuda; à tarde, realiza os treinos e ministra aulas, e à noite, prossegue com mais aulas, diariamente.

“Concilio o meu tempo entre escola, trabalho e a família, que conta com um bebê de um ano. Entro nas madrugadas para concluir os trabalhos e estudar para as provas, é o tempo que sobra. Às vezes, entre uma aula e outra, à tarde, e os treinos consigo escapar, mas não é difícil quando fazemos o que gostamos”, conta.

Os próximos desafios de João Paulo Leibholz como lutador recomeçam em fevereiro.


Texto:
Angela Rodrigues
Edição: Celiana Perina
Fotos: divulgação
Última atualização: 19/12/2016