Você está aqui: Página Inicial / História / Palavra do coordenador

Palavra do coordenador

por Danilo Sartorelli Barbato publicado 29/03/2016 15h46, última modificação 18/04/2016 10h35
História

O Curso de História da Unimep teve sua autorização para oferecimento aprovada pelo Conselho Universitário em 22 de Novembro de 1982 e a primeira turma foi oferecida em março de 1986.

Nossa história registra um esforço constante no sentido de oferecer um curso diferenciado e que busca o equilíbrio entre a pesquisa e o ensino na formação do seu aluno. Essa busca materializa-se no nosso Projeto Pedagógico e nas matrizes curriculares construídas ao longo da sua história.

Reconhecemos, por meio da nossa matriz curricular, que há questões concernentes ao exercício de pesquisa e escrita da história, ao exercício da docência e, inclusive, às práticas preservacionistas, que ganharam, de muito, reflexões particularizadas, configurando-se assim em tradições de conhecimento e pesquisas que não podem ser negligenciadas.

Buscamos desenvolver um trabalho que busca equacionar, na formação do nosso aluno, uma abordagem teórica consistente e permitir seu desdobramento (ou sua aplicação) em atividades práticas, por meio de estágios curriculares e extracurriculares. O estágio em docência em escolas da rede de ensino público e particular, bem como a monitoria em museus, arquivos e demais lugares da memória se constituem como espaços privilegiados para a prática e o conhecimento quanto às diversidades e possibilidades para o exercício dessa profissão.O exercício da pesquisa histórica por meio da realização de uma monografia no final da graduação, experiência que necessariamente demanda pesquisa e investigação, é uma tradição do nosso curso.

Atualmente, o mercado de trabalho do profissional da História encontra-se em expansão. Além de atuar no magistério, o historiador é requisitado para trabalhar em museus, arquivos históricos públicos e privados, assim como em projetos em instituições públicas e privadas ligadas à preservação do patrimônio histórico e cultural. Devemos mencionar, também, a demanda de historiadores para dar assessoria à produção nos meios de comunicação, atuando pessoalmente em programas,  exposições e atividades de entretenimento. Vale destacar o crescente interesse e demanda da iniciativa privada por historiadores para compor equipe e/ou coordenar a organização de arquivos e a produção de história institucional, o que amplia consideravelmente a perspectiva de trabalho desse profissional.

Os egressos do curso de História podem, da mesma forma, seguir carreira acadêmica como pesquisadores. Programas de pós-graduação, em nível de mestrado e doutorado, oferecem oportunidades aos interessados em seguir carreira de investigação científica, seja no Brasil ou no exterior.  Nesse sentido, vale destacar que alguns de nossos alunos têm buscado a oportunidade da prática de pesquisa durante a graduação através da participação em projetos de Iniciação Científica orientados por professores do Curso. Juntamente com a elaboração da monografia, essas oportunidades têm capacitado alunos para o ingresso em programas de pós-graduação e desempenho na pesquisa acadêmica.