Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Universitária / Mensagem da Semana / Mensagens Anteriores / "Com Cristo no barco..."

"Com Cristo no barco..."

por Angela Rodrigues publicado 28/06/2018 05h00, última modificação 01/07/2019 09h07

“E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos”. Marcos 4: 36.

Em nossa caminhada cristã muitas coisas acontecem, pois, a vida não é estática, é intensa e dinâmica. Neste percurso existencial haverá momentos em que a dúvida insistirá em aparecer, mas precisamos prosseguir crendo e focando no “Cristo que está no barco” e “não no temporal”.

As adversidades são oportunidades que temos para fortalecermos a nossa fé em Jesus, confiando que não existe nenhum temporal que possa impedir as “mãos do Senhor de nos ajudar”. Com Ele não somente o temporal irá passar, mas chegaremos no Seu bom porto seguro.

Quando acreditamos em Deus e pela fé reconhecemos a Sua presença, nunca estaremos sozinhos, e Sua graça nos capacitará a irmos em frente independente das tribulações da vida.

“Passemos para o outro lado”. Depois de um momento de ensino o Senhor desafia os discípulos a entrarem no barco e irem para o outro lado. Por que? Aqui está tão bom? A vida cristã não depende se estamos de um lado ou do outro. Se estamos em terra firme ou se estamos à mercê das ondas bravias do mar e sim se estamos em obediência na presença de Cristo.

Nós sabemos que não estaremos aqui para sempre. Há outro lar preparado que é a nossa verdadeira casa. Cristo veio nos lembrar e nos mostrar como podemos chegar lá.

Precisamos estar com Cristo no mesmo barco, deixando que Ele nos mostre o que temos que fazer. Será que não temos focado em nossas vidas mais na força do temporal do que no “poder de Deus”? Temos aceitado pela fé a aventura de se envolver plenamente com Cristo?

“Mestre, estamos perecendo!”. Cristo em alguns momentos da vida permite que nosso barco seja jogado de um lado para o outro, por causa das dificuldades, que às vezes parecem intransponíveis.

Mesmo tendo Cristo no barco não é garantia de que tudo corra bem. Nós devemos perceber que Ele está junto conosco, mas nós não estamos isentos às dificuldades.

Temos que perguntar nestes momentos: O que Ele quer nos ensinar? Se estivermos mais perto de Cristo em meio às tentações, com certeza a graça sempre será maior. No entanto, muitas vezes a nossa confiança N’Ele desaba quando as coisas ficam difíceis. Precisamos confiar que: “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito”. Romanos 8: 28. BV.

“O Senhor do vento, do mar e da vida”. Não devemos esquecer que Cristo conquistou a última vitória. Ele permite problemas para que possamos crescer em devoção a Ele. Se a vida dói, se não faz sentido, então devemos aprofundar nossa fé naquele que conquistou, vencendo o pecado e a morte. Ele vai escrever o último capítulo da nossa vida. Vai nos levar para o porto seguro.

Podemos fortalecer nossa fé em Cristo Jesus hoje, mantendo os nossos olhos fixos N’Ele e confiando inteiramente em Sua Palavra e na certeza da presença do Mestre conosco. Podemos renovar nossa confiança, sabendo que nenhuma das orações que fazemos ficam sem a devida resposta, não a resposta que queremos, mas a que está de acordo com a vontade soberana de Deus, pois com certeza tais respostas excedem em muito, as nossas expectativas.

Continuemos a jornada neste barco, mesmo em meio às tempestades, deixando que Ele determine o destino. Não existem mãos mais seguras do que as mãos de Deus.


Sílvio de Oliveira
Pastor e Psicanalista