Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Universitária / Mensagem da Semana / Mensagens Anteriores / Deus, nosso ajudador!

Deus, nosso ajudador!

por Angela Rodrigues publicado 12/04/2019 05h00, última modificação 15/04/2019 13h37

Existem muitas histórias de abandono, abandono de vários modos e de inúmeras maneiras, razão pela qual indago: você já foi abandonado? Ser abandonado machuca muito, dói demais, é algo tremendamente tocante na nossa alma. 

Como não pode alguém ou um grupo, uma família, abandonar um ente querido, agir com rejeição, às vezes, sem uma boa razão ou mesmo uma explicação. Quando o abando acontece, as consequências são as mais drásticas e não tem fim o processo de dor e sofrimento. É um sentimento desprezível que ninguém merece passar e viver, ninguém.

Você e eu sabemos que abandonos grassam por aí e que ser abandonado acontece com muita frequência, por exemplo, um marido abandona sua esposa por outra mulher. Um pródigo abandona sua fé e família cristãs para experimentar um modo de vida diferente e, às vezes, prejudicial. Um recém-nascido doente é deixado no hospital por sua mãe solteira, uma pessoa de idade é esquecida numa Casa de Repouso. E sim, até instituições, como o governo, podem abandonar as pessoas, basta dar uma rápida olhada nos hospitais públicos com enfermos pelos corredores sem nenhuma atenção.

Ser abandonado deixa muitos de nós com corações desnorteados e feridos, assim como vidas despedaçadas e inseguras. Mas é aí que Deus se inclina e sussurra tranquilizadoramente em nossas almas profundamente doloridas: " Não vou falhar ou abandonar você". Diz mais o Senhor: "'Eu nunca te deixarei, nem te abandonarei.' Assim, podemos dizer com confiança: "O Senhor é meu ajudador; não temerei; o que o homem pode fazer comigo?" O que Deus fez por Seus queridos filhos em tempos passados, Ele certamente fará por Seus filhos igualmente estimados em tempos presentes."

Saiba que Deus sempre foi e sempre estará conosco, seja nos dias maus, seja nos dias bons, Ele nunca nos abandona. Uma vez que passamos por muitos dissabores e dificuldades, sabemos em nossas mentes e em nossos corações que Ele está presente. Ele está perpetuamente presente em nossas vidas e nossas circunstâncias. Nossos problemas se agravam, muitas vezes, quando nos recusamos a depositar nossa confiança na realidade da presença de Deus ao nosso lado. 

Devemos nos agarrar à Sua promessa e presença em todos os momentos, mesmo quando nossos sentimentos nos conduzirem falsamente a resultados desagradáveis. Devemos nos firmar na palavra da promessa do Altíssimo que que nunca nos deixará nem nos abandonará. E Sua palavra é sempre verdadeira e confiável, palavra sincera e fiel. Deus não apenas promete não nos deixar, nos ajuda nos tempos em que somos literalmente abandonados pelos outros ou simplesmente nos sentimos abandonados. 

Tenha uma abençoada semana, o Senhor acompanhe seus dias com refrigério e saúde, que toda o seu lar receba provisão e não lhes falte a ajuda do Altíssimo.


Reverendo Luiz Rodrigues Barbosa Neto – Pastoral Universitária.